Geral

Vendas sobem em novembro e inadimplência tem menor índice desde abril em Campo Grande

Dados do Departamento de Pesquisa e Estatísticas (DEPE), da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG) mostram que, em novembro de 2012, as vendas do comércio cresceram 6,74% quando comparadas a 2011. Em outubro, o índice das vendas foi de 6,41%. “Esse indicador confirma a lenta, mas consistente recuperação das vendas do comércio no […]

Arquivo Publicado em 05/12/2012, às 19h56

None

Dados do Departamento de Pesquisa e Estatísticas (DEPE), da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG) mostram que, em novembro de 2012, as vendas do comércio cresceram 6,74% quando comparadas a 2011. Em outubro, o índice das vendas foi de 6,41%.



“Esse indicador confirma a lenta, mas consistente recuperação das vendas do comércio no segundo semestre deste ano, projetando um cenário de Natal bastante promissor para o comércio local, com índices superiores ao de 2011”, informa o diretor do SCPC, Renato Paniago. As vendas em dezembro de 2012 alcançaram um crescimento de 4,83%, quando comparado ao Natal de 2010.



Este cenário positivo foi constatado também pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em sua pesquisa Indicador Trimestral do Índice de Confiança do Comércio (Icom). Segundo a instituição, a confiança do comércio avançou em novembro e atingiu o primeiro resultado positivo da série comparada com igual período do ano anterior desde maio de 2011, quando a Fundação começou a fazer essa comparação. O indicador trimestral de setembro a novembro ficou 1,4% acima do visto em 2011, após recuar 0,7% no trimestre findo em outubro, na mesma base de comparação.



O cálculo do volume de vendas para esta data é baseado em uma amostra das consultas realizadas no banco de dados do SCPC, com abrangência local, bem como as estimativas das vendas com cartões de crédito/débito no período, divulgadas pela ABECS (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços).



Inadimplência



O comportamento da inadimplência no setor varejista, tendo como amostra os dados do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), administrado pela ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande), apresentou novo recuo em novembro.



No mês passado o índice de inadimplência foi de 6%, sendo o menor registro mensal desde abril. O dado também é inferior a novembro de 2011, quando se situou em 7,20%. Em outubro deste ano o índice alcançou 7,86%.



O diretor do SCPC, Renato Paniago explica que “as análises preliminares indicam que o pagamento do 13º salário, aliado às ações de negociação de dívidas inadimplidas desenvolvidas pela ACICG, por intermédio da Campanha Nome Limpo – que vai até o dia 21 de dezembro – entre outras iniciativas do comércio em geral, está refletindo positivamente nas vendas do comércio neste Natal”.



7ª Campanha Nome Limpo



A campanha “Nome Limpo” oferece aos clientes inadimplentes a oportunidade de regularizarem seus débitos através da negociação direta com a empresa e se reabilitarem como consumidores. O evento, que segue até 21 de dezembro, conta a adesão de 143 empresas concedendo descontos ou parcelamentos do débito ao devedor, de acordo com a própria política de cobrança.



Inadimplentes devem procurar a sede do SCPC para verificarem a situação das suas dívidas. Será disponibilizado um extrato individual do serviço onde constarão informações detalhadas de seus débitos e quais empresas estão participando da campanha.



Acontecendo pela segunda vez em todo o Estado, devido à parceria entre a ACICG, Federação das Associações Empresariais do MS (FAEMS) e SEBRAE/MS, além de patrocínio da Boa Vista Serviços, a campanha acorre simultaneamente nas cidades de Corumbá, Paranaíba, Ponta Porã, São Gabriel do Oeste, Sete Quedas, Sidrolândia, Três Lagoas e Costa Rica.



Informações para consumidores podem ser obtidas pelos telefones 3312-5021 e 3312-5023. A ACICG e SCPC ficam na Rua 15 de Novembro, nº 390. A lista das empresas participantes pode ser conferida no link: http://www.acicg.com.br/content/campo-grande


Jornal Midiamax