Geral

Vasco vai a Porto Alegre para enfrentar o Inter na estreia de Forlán

tão esperado dia para a torcida do Internacional chegou. Neste sábado, o atacante Diego Forlán, considerado o melhor jogador da Copa do Mundo de 2010, vai enfim estrear com a camisa do Colorado. O jogo será contra o Vasco, às 18h30 (de Brasília), no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre e será válido pela 13ª rodada […]

Arquivo Publicado em 28/07/2012, às 15h52

None

tão esperado dia para a torcida do Internacional chegou. Neste sábado, o atacante Diego Forlán, considerado o melhor jogador da Copa do Mundo de 2010, vai enfim estrear com a camisa do Colorado. O jogo será contra o Vasco, às 18h30 (de Brasília), no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre e será válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Forlán, que estava na Internazionale de Milão, é apontado como uma das principais contratações do futebol brasileiro, ao lado do meia holandês Clarence Seedorf, que já estreou pelo Botafogo.


Apesar de todo clima festivo que cerca a estreia de Forlán, o jogo é muito importante para as duas equipes em termos de tabela de classificação. O Vasco, embalado pela vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo, aparece na segunda posição com 29 pontos, dois a menos que o Atlético-MG, que só joga no domingo. Assim, em caso de triunfo, o Cruz-Maltino dormirá na liderança e jogará toda a pressão para o seu concorrente direito.


O Colorado, por sua vez, chega para este jogo após derrotar o Figueirense por 1 a 0, fora de casa, e ter pulado para a quinta posição com 22 pontos. Ganhando, pode entrar na zona de classificação para a Copa Libertadores e ultrapassar o rival Grêmio, que tem dois pontos a mais e visitará o Coritiba, neste sábado.


“Nós sabemos que é um jogo importante para o Internacional por vários aspectos, mas principalmente porque queremos manter esse espírito vencedor e alcançar mais uma vitória para subirmos ainda mais na tabela de classificação. A partida será complicada, o Vasco tem um dos melhores times do Campeonato Brasileiro, mas estamos preparados para fazermos a nossa parte”, destacou Fernandão, técnico do Inter.


Cristóvão Borges, comandante do Vasco, também espera um jogo complicado, mas assim como Fernandão, parece apostar no potencial de sua equipe para somar mais três pontos.


“Estamos vindo de uma sequência positiva, ganhando de adversários complicados como Santos e Botafogo. Portanto, a nossa confiança realmente está em alta e não vejo motivos para deixar de acreditar que é possível somar mais três pontos contra o Internacional. Claro que o jogo será muito complicado, mas confio no potencial de meu elenco”, analisou o treinador.


Já os jogadores vascaínos acreditam que terão pela frente uma forte pressão. O atacante Eder Luis lembrou da força que o Internacional nutre dentro de seus domínios e pediu atenção aos seus companheiros para que o Vasco não seja surpreendido em Porto Alegre.


“O Internacional vai colocar pressão de qualquer maneira, pois joga em casa, a torcida está inflamada pelos últimos acontecimentos e vai incentivar do início ao fim. Vamos precisar saber conviver com isso da melhor maneira possível e usar as coisas a nosso favor. A pressão inicial vai ser ainda maior, porém, temos que controlar as ações e jogar com inteligência”, avaliou o atleta.


Enquanto a presença maciça do torcedor parece ser o principal temor vascaíno, os colorados apostam nas arquibancadas lotadas para embalar na competição. “Nós estamos fazendo por merecer o apoio da torcida neste jogo e acreditamos que uma vitória pode nos dar um embalo muito importante para a sequência no Campeonato Brasileiro. Respeitamos demais o Vasco, mas vamos em busca do resultado positivo”, concluiu o zagueiro Índio.


A estreia de Forlán foi facilitada pelo fato de Dagoberto, com dores musculares no posterior da coxa direita, ter sido vetado pelo departamento médico. Assim, o uruguaio vai formar dupla com Jajá.


Essa não será a única modificação em relação à formação que enfrentou o Figueirense. O volante Elton será improvisado na lateral direita, pois Edson Ratinho vem apresentando fraco rendimento técnico. Dessa forma, o argentino Guiñazú reaparece no meio-de-campo, fazendo com Ygor a proteção aos zagueiros.


Pelo lado do Vasco, Cristóvão Borges não poderá contar com o volante Nilton e nem com o meia Juninho Pernambucano, ambos suspensos por terem recebido o terceiro cartão amarelo diante do Botafogo. Com isso, Fellipe Bastos vai entrar na proteção aos zagueiros, enquanto que Felipe vai auxiliar Carlos Alberto na criação de jogadas para municiar o ataque.


FICHA TÉCNICA


INTERNACIONAL X VASCO


Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)


Data: 28 de julho de 2012 (Sábado)


Horário: 18h30(de Brasília)


Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)


Assistentes: Emerson de Carvalho (Fifa-SP) e Marcelo Van Gasse (Fifa-SP)


INTERNACIONAL: Muriel, Elton, Índio, Bolívar e Fabrício; Ygor, Guiñazu, Fred e D’Alessandro; Jajá e Forlán


Técnico: Fernandão


VASCO: Fernando Prass, Auremir, Dedé, Douglas e William Matheus; Wendel, Fellipe Bastos, Felipe e Carlos Alberto; Eder Luis e Alecsandro


Técnico: Cristóvão Borges

Jornal Midiamax