Geral

Vasco comemora triunfo e ignora escolha de adversário nas oitavas da Libertadores

O Vasco entrou em campo para vencer o Nacional-URU por 1 a 0, nesta quinta-feira, em Montevidéu, já classificado às oitavas de final da Copa Libertadores, e buscando o primeiro lugar do grupo 5. O objetivo final não foi alcançado, mas o triunfo comemorado pelos jogadores. Agora, os vascaínos aguardam o cruzamento da próxima fase […]

Arquivo Publicado em 13/04/2012, às 02h37

None

O Vasco entrou em campo para vencer o Nacional-URU por 1 a 0, nesta quinta-feira, em Montevidéu, já classificado às oitavas de final da Copa Libertadores, e buscando o primeiro lugar do grupo 5. O objetivo final não foi alcançado, mas o triunfo comemorado pelos jogadores. Agora, os vascaínos aguardam o cruzamento da próxima fase e descartam escolher adversário.


No entanto, de acordo com a pontuação ao final da rodada, a possibilidade de enfrentar Lanús, Unión Española ou Nacional de Medellín nas oitavas de final é considerável.


“Foi uma boa vitória. Acho que jogar aqui seria muito complicado se o Vasco precisasse do resultado. Mas fizemos um bom jogo. Sabemos que a equipe do Nacional é muito forte aqui dentro. Agora, não podemos escolher adversário. Quem quer ser campeão não tem esse direito”, afirmou Fellipe Bastos.


O técnico Cristóvão Borges vibrou com o resultado e pediu concentração aos comandados na próxima fase, quando qualquer erro poderá custar a eliminação na competição continental.


“Ganhar é sempre bom. Uma pena não termos ficado em primeiro, mas confirmou a evolução da equipe. Ficamos fortes para a próxima etapa. Temos que aproveitar tudo. Fazer logo um primeiro bom jogo em casa e nos concentrarmos nas partidas fora de casa. Temos vivido as dificuldades da competição, mas a equipe está madura e aprendendo”, comentou o treinador.


Com 13 pontos, o Vasco encerrou a primeira fase na segunda colocação do grupo 5, com 13 pontos. O time foi superado pelo Libertad-PAR no número de gols marcados (11 contra 10).


Jornal Midiamax