Geral

Vasco bate Olaria e vence primeira na Taça Rio

O Vasco enfrentou o Olaria, na tarde deste sábado, em Moça Bonita, e reecontrou o caminho das vitórias. Com gols de Tenório e Eder Luis, que voltou a atuar após se recuperar de uma fratura do pé esquerdo, o time cruz-maltino venceu por 2 a 0. Fatura liquidada ainda no primeiro tempo. Porém, nem tudo […]

Arquivo Publicado em 03/03/2012, às 20h15

None

O Vasco enfrentou o Olaria, na tarde deste sábado, em Moça Bonita, e reecontrou o caminho das vitórias. Com gols de Tenório e Eder Luis, que voltou a atuar após se recuperar de uma fratura do pé esquerdo, o time cruz-maltino venceu por 2 a 0. Fatura liquidada ainda no primeiro tempo.


Porém, nem tudo foi motivo para se comemorar. Durante a etapa final, Tenório rompeu o tendão de Aquiles do pé esquerdo, terá de passar por uma cirurgia e poderá ficar afastado dos gramados por seis meses.


O próximo adversário do Vasco é o Alianza Lima (PER), pela Copa Libertadores, terça-feira, em São Januário. No Campeonato Carioca, o Cruz-Maltino enfrenta o Madureira, em São Januário, domingo. Já o Olaria, encara o Americano, em Campos, também domingo.


Gol de estrante


Visando a Libertadores, o Vasco entrou em campo com o time reserva. A grande novidade, porém, ficou por conta da lateral esquerda, em que o técnico Cristovão Borges optou por utilizar Dieyson, das categorias de base do clube. A equipe pareceu sentir um pouco a falta de entrosamento e a situação ruim do gramado de Moça Bonita. Porém, rapidamente, o time cruz-maltino se acertou e passou a ter mais a posse de bola.


E foi justamente após uma boa troca de passes que o Vasco conseguiu abriu o placar. Dieyson tabelou com Chaparro na ala esquerda e achou Felipe. O camisa 6, com um belo passe, deixou Tenório na cara do gol para marcar seu primeiro gol com a camisa vascaína, aos 12 minutos. No lance seguinte ao gol, Eder Luis avançou, passou por dois adversários e bateu na saída de Wanderson, mas o camisa 1 alvianil fez a defesa.


Após o gol, porém, o Olaria partiu para cima e fez até uma certa pressão. O goleiro Fernando Prass fez boas defesas, principalmente, nos chutes de Juninho, que teve, ao menos, três oportunidades na primeira etapa. Mas, fora isso, o time alvianil não mostrava forças para empatar o jogo.


O segundo gol do Vasco, então, não demorou. Aos 21 minutos, Dieyson acionou Diego Rosa em profundidade. Ele cruzou para a área e Eder Luis, com muita tranquilidade, driblou Wanderson e ampliou a vantagem. O camisa 7 balançou a rede logo em sua primeira partida após se recuperar de uma fratura do pé esquerdo.


Os comandados de Cristovão Borges ainda tentaram o terceiro gol, mas erravam muitos passes na entrada da área. Já o Olaria, apostava nos avanços pela lateral direita, mas não chegava a assustar a equipe de São Januário.


Lesão e preocupações


O segundo tempo começou com o time do Olaria um pouco mais recuado, parecendo apostar nos contra-ataques. Porém, quem foi ocupando mais o campo de defesa foi o Vasco e deixando o adversário com mais tempo de bola.


E se por um lado, Eder Luis voltava de lesão, a torcida vascaína teve uma má notícia vinda do departamento médico. Logo no início da etapa final, Tenório, após bola levantada na área, caiu sobre o pé esquerdo e teve o rompimento do tendão de Aquiles. O camisa 11 terá de passar por uma cirurgia, podendo ficar afastado dos campos por até seis meses.


A partir dos 25 minutos de jogo, a partida caiu muito de qualidade e ambos os times, sem criatividade, apelavam para o chutão e para a correria.


Aos 31 minutos, o argentino Matías Abelairas fez a sua estreia ao entrar no lugar de Eder Luis. Porém, nem a entrada do apoiador fez a equipe cruz-maltina criar boas oportunidades de gol. O Olaria também não conseguia levar perigo a Fernando Prass.


Assim, o resultado do primeiro tempo se manteve e o Vasco conseguiu a primeira vitória na Taça Rio. Os comandados de Cristovão Borges, agora, têm quatro pontos neste Segundo Turno. Já o Olaria, apenas um. O próximo adversário do Vasco no Estadual é o Madureira, em São Januário, no domingo. O Olaria vai até Campos para encarar o Americano.


Ficha Técnica


OLARIA 0 X 2 VASCO


Local: Moça Bonita, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 03/03/2012 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Wagner dos Santos Rosa (RJ)
Auxiliares: Alexandre Eller (RJ) e Flávio Manoel da Silva (RJ)


Cartão amarelo: Fellipe Bastos, Douglas (VAS)
Cartão vermelho: –


Gols: Tenório, 12’/1ºT (0-1); Eder Luis 25’/1ºT


OLARIA: Wanderson; Ivan, Vítor (Lucão – 31’/1ºT), Diego Macedo e Amarildo; David, Araruama, Juninho e Lincoln; Marcelo (Cristhian Ovelar – Intervalo) e Leozinho (Claudir – 16’/2ºT). Técnico: Amilton Oliveira


VASCO: Fernando Prass; Max, Douglas, Renato Silva e Dieyson; Diego Rosa, Fellipe Bastos (Paulista – 24’/2ºT), Chaparro e Felipe; Eder Luis (Abelairas – 31’/2ºT) e Tenório (Jonathan – 11’/2ºT). Técnico: Cristovão Borges

Jornal Midiamax