Geral

Vagner Love quer Flamengo se impondo em casa

O principal reforço do Flamengo para esta temporada finalmente vai poder estrear na Libertadores. Fora do jogo contra o Lanús por conta de uma suspensão, o atacante Vagner Love está ansioso para entrar em campo e ajudar o Rubro-negro a conquistar uma boa vitória sobre o Emelec, nesta quinta-feira (08), no Engenhão. Com a experiência […]

Arquivo Publicado em 07/03/2012, às 19h39

None
1873382994.jpg

O principal reforço do Flamengo para esta temporada finalmente vai poder estrear na Libertadores. Fora do jogo contra o Lanús por conta de uma suspensão, o atacante Vagner Love está ansioso para entrar em campo e ajudar o Rubro-negro a conquistar uma boa vitória sobre o Emelec, nesta quinta-feira (08), no Engenhão.


Com a experiência de ter participado da Libertadores de 2010 pelo Flamengo, o atacante destacou que o ponto mais importante para sobreviver na competição é não perder pontos em casa.


“Não podemos dar chance para o nosso adversário dentro da nossa casa. Por isso é muito importante conseguirmos uma vitória nesse jogo. Se fizermos os três pontos, nos dará uma grande tranquilidade.Uma vitória nesse e no próximo jogo (contra o Olimpia) vai ser muito importante”, disse Love.


Depois de um excelente retrospecto em sua primeira passagem no Flamengo, o atacante segue tendo números surpreendentes com o Manto Sagrado. Em cinco jogos, ele já balançou as redes adversárias em quatro oportunidades. Mesmo com uma marca tão boa, ele ainda quer melhorar o seu rendimento.


“Não estou satisfeito, quero mais. Que continuar fazendo gols e ajudar o time a conseguir vitória. Quero marcar no jogo de quinta e nos próximos”, comentou. No treino coletivo realizado na tarde desta terça-feira (06), o técnico Joel Santana testou duas formações: uma mais ofensiva, com Deivid formando um trio ofensivo com Love e Ronaldinho, e outra defensiva, com Welinton no lugar de Deivid e formando um trio defensivo com David Braz e González.


“O Joel que vai decidir a melhor formação. Como temos dois laterais que apoiam muito bem, a gente não perde ataque de uma forma ou de outra. O Léo e o Junior atacam muito bem. Acho que a gente não vai deixar de atacar”, concluiu.

Jornal Midiamax