Geral

Turma do Bem pretende recrutar 100 novos dentistas em Campo Grande

O grupo de dentistas que atendem gratuitamente crianças e adolescentes desprovidas de condições para tratamentos odontológicos, Turma do Bem, durante o primeiro dia do Congresso Internacional de Odontologia, que acontece em Campo Grande, recrutaram 30 novos voluntários, passando de 90 para 120 integrantes na capital, e a expectativa é de somar 100 novas pessoas na […]

Arquivo Publicado em 20/09/2012, às 15h42

None
2064249552.JPG

O grupo de dentistas que atendem gratuitamente crianças e adolescentes desprovidas de condições para tratamentos odontológicos, Turma do Bem, durante o primeiro dia do Congresso Internacional de Odontologia, que acontece em Campo Grande, recrutaram 30 novos voluntários, passando de 90 para 120 integrantes na capital, e a expectativa é de somar 100 novas pessoas na organização até o final evento, que segue até essa sexta-feira (21).


“Além desses novos voluntários em Campo Grande, conseguimos três novos coordenadores nas cidades de São Gabriel do Oeste, Naviraí e Camapuã. É gratificante verificar a disponibilidade dos profissionais a se tornarem integrantes da Turma do Bem, um trabalho em que o retorno é a satisfação por atender os desassistidos pelos órgãos competentes”, explica o coordenador da Turma do Bem em Campo Grande, Estevom Molina.


Os voluntários estão durante o congresso internacional do stand da Oral B, empresa mantenedora da Oscip, onde apresentam aos profissionais que passam pelo evento o projeto, as intenções e a forma de se unirem à Turma do Bem.


Turma do Bem – Fundada em 2002 a Turma do Bem é uma Oscip – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, que atende crianças e adolescentes de 11 a 18 anos, integrantes de família com rendas insuficientes para um tratamento bucal. Os pacientes são selecionados por meio de uma triagem em escolas públicas nas cidades onde atuam, e o tratamento é feito nos consultórios dos próprios voluntários. No Brasil a TDB está presente em seus 26 Estados e conta atualmente com 14 mil profissionais envolvidos. A mesma Oscip desenvolve atividades também na Argentina, Bolívia, Paraguai, Colômbia, Chile, Equador, Venezuela, Peru, Panamá, México e Portugal.

Jornal Midiamax