Geral

TRE flagra em Campo Grande suposta troca de voto por combustível e caso para na PF

De acordo com o oficial do TRE, receber combustível sem estar contratado oficialmente para atuar na campanha configura-se compra de voto

Arquivo Publicado em 01/09/2012, às 14h33

None
344034322.jpg

De acordo com o oficial do TRE, receber combustível sem estar contratado oficialmente para atuar na campanha configura-se compra de voto

Oficiais do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) flagraram na manhã deste sábado (01) suposta compra de votos na Capital. Após denúncia, os oficiais foram a posto de combustível, localizado na Avenida Fernando Corrêa da Costa, onde conferiram jovem abastecendo com requisição do candidato a reeleição, vereador Mário César (PMDB), da coligação “Mais Trabalho por Campo Grande”, comandada por Edson Giroto (PMDB).


A prática, segundo o oficial eleitoral Edson Lira, só é permitida se o candidato tivesse contratado oficialmente o jovem para atuar em sua campanha. “Ainda no posto de combustível, perguntamos se ele trabalhava para o vereador, o rapaz vacilou, então o encaminhamos para depor à Polícia Federal”, relatou Lira.


Ainda no posto de combustível, os oficiais do TRE questionaram representante da empresa como seria liberado o abastecimento. “Nos informaram que contrato teria sido firmado com o candidato e bastaria apresentar a tal requisição para conseguir o combustível”, contou Lira.


De acordo com o oficial, receber combustível sem estar contratado oficialmente para atuar na corrida por votos configura-se compra de voto. “Todos os gastos de campanha precisam ser oficializados e constar na prestação de contas”, explicou. Ele não adiantou o nome do jovem.


Na Polícia Federal, o jovem teria admitido não trabalhar para Mário César. O depoimento dele, segundo Lira, será anexado à denúncia e encaminhado para apuração do Ministério Público Estadual (MPE). Compra de voto pode resultar em multa ou até na cassação do registro de candidatura.


Segundo relatos de leitores do Midiamax via e-mail, seria comum em Campo Grande adesivar veículos com imagens de candidatos em troca de combustível. Denúncias podem ser feitas ao TRE por meio do telefone (67) 3326-0001. O serviço funciona das 8h às 19h, de segunda a sexta-feira. Aos sábados, domingos e feriados o horário de atendimento é das 8h às 18h.

Jornal Midiamax