Geral

Tetila pede para Dilma manter traçado original das ferrovias em MS

O deputado Laerte Tetila (PT) defendeu na Assembleia Legislativa que os estudos para ferrovias no Estado sejam retomados com a maior rapidez possível e que o traçado original anunciado ano passado seja mantido. Desde quando as ferrovias foram anunciadas, o deputado vem se empenhando para que as quatro regiões do Estado sejam beneficiadas e para […]

Arquivo Publicado em 14/06/2012, às 12h19

None

O deputado Laerte Tetila (PT) defendeu na Assembleia Legislativa que os estudos para ferrovias no Estado sejam retomados com a maior rapidez possível e que o traçado original anunciado ano passado seja mantido.


Desde quando as ferrovias foram anunciadas, o deputado vem se empenhando para que as quatro regiões do Estado sejam beneficiadas e para que o Governo Federal apresse o estudo de viabilidade e início da obra.


Desta vez, Tetila acionou ao Ministério dos Transportes, Secretaria de Políticas Nacionais de Transportes, a VALEC – Engenharia, Construções e Ferrovias S.A., à Casa Civil da Presidência da República e a própria presidenta Dilma Rousseff, pedindo atenção e urgência para as obras no Estado. No último congresso do Parlamento do Mercosul, Tetila já havia tomado a mesma iniciativa.


Além disso, Tetila solicitou que a bancada federal de Mato Grosso do Sul também cobre o Governo Federal sobre a agilidade no processo. “Queremos com essa soma de esforços fazer o melhor para o nosso Estado e para nossa população”, declarou Tetila.


As ferrovias


As ferrovias que Tetila defende são Norte-Sul e Ferronorte, uma passando por Cascavel/PR, Mundo Novo, Dourados e Maracaju e a outra partindo de Aparecida do Taboado para Três Lagoas, Brasilândia, Nova Andradina, Dourados, Maracaju e Porto Murtinho.


“Nossa intenção e colocar as duas no Programa de Aceleração do Crescimento – PAC. Queremos também que os traçados já amplamente discutidos e acordados com a sociedade sul-mato-grossense não sejam alterados”, defendeu o petista, lembrando que Audiências Públicas já foram realizadas em cidades das principais regiões beneficiadas.


“Temos informações do senador Delcídio do Amaral e do governador André Puccinelli, de que o Ministério dos Transportes, e a VALEC vêm mantendo o traçado original apenas da Ferroeste. Já para a Norte-Sul a VALEC vem propondo um traçado que foge completamente aos interesses do povo sul-mato-grossense. Por isso fizemos essa cobrança”, destacou o deputado

Jornal Midiamax