Geral

Tetila pede mais segurança para Dourados

O deputado estadual Laerte Tetila (PT) solicitou ao Governo do Estado mais uma viatura para a Guarda Municipal de Dourados realizar patrulhamento na cidade. Além disso, o petista quer a instalação de quatro Bases Comunitárias Móveis de Policiamento Comunitário para atuar no combate à criminalidade em locais estratégicos ou de maior risco no município. Tetila […]

Arquivo Publicado em 20/04/2012, às 16h14

None

O deputado estadual Laerte Tetila (PT) solicitou ao Governo do Estado mais uma viatura para a Guarda Municipal de Dourados realizar patrulhamento na cidade. Além disso, o petista quer a instalação de quatro Bases Comunitárias Móveis de Policiamento Comunitário para atuar no combate à criminalidade em locais estratégicos ou de maior risco no município.


Tetila justificou o pedido para a guarda lembrando o trabalho das equipes que só em 2011, por exemplo, prestaram 3.884 atendimentos à população douradense. “Das solicitações recebidas 1.011 foram para reprimir algum tipo de ilícito ou infração penal, sendo que 476 tornaram-se de fato uma Ocorrência Policial com encaminhamento ao Distrito Policial”, citou o deputado.


Na cidade, a Guarda também lavrou 756 Boletins de Atendimentos nas Escolas através do Programa Ronda Escolar Comunitária e realizou 561 auxílios no trânsito, como ordenamento de vias, blitz educativas, escoltas, entre outros. “Os 120 guardas também atenderam 185 acidentes de trânsito, proporcionando segurança para as equipes de Resgate do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e do Corpo de Bombeiros Militar quando necessário”, disse o deputado. Dourados é o 10° mais violento do Estado e figura entre os 241 com mais homicídios no País, com uma taxa média de 41,6 mortes por cada grupo de 100 mil pessoas por ano.


“Temos que buscar uma solução para essa insegurança e essa solução passa também por uma maior presença do Estado nos locais estratégicos onde, com estudos, pode-se deduzir que há maior probabilidade de crimes”, defendeu o petista. Em 2010, a Polícia Militar de Dourados atendeu 10.698 ocorrências.


As regiões abrangidas pelos bairros Jardim Flórida, Jardim Itália, Jardim Santa Maria, Jardim Canaã I, João Paulo II e Parque das Nações I Plano, Parque das Nações, II Plano e Jardim Jóquei Clube, foram os locais que apresentaram o maior número de ocorrências.


“São locais que já ficam aí como sugestões para a possível instalação dessas bases móveis. Esse é um trabalho que deve ser feito em conjunto com as autoridades militares e colocada em prática o mais rápido possível”, informou o deputado.


Povos indígenas


Como deputado estadual desde o ano passado, Laerte Tetila (PT) já fez uma série de reivindicações em favor das comunidades indígenas de Mato Grosso do Sul. Só esta semana, por exemplo, para a Aldeia Panambizinho, em Dourados, onde moram Guaranis e Kaiowás, ele reiterou à Prefeitura Municipal o pedido para a construção de um campo de futebol, com dimensões oficiais, que contemple também vestiários, sanitários, banco de reservas, assentos (bancos) para a torcida, reservatório de água e alambrado.


Aproximadamente 1.500 pessoas moram na aldeia, a maioria jovens, que tem no futebol um elemento de diversão e de atividade física. Também para Panambizinho foi solicitada a instalação de energia elétrica dentro do Programa Luz Para Todos nas casas que ainda não contam com o benefício – mesmo pedido da comunidade Guarani/Kaiowá das Aldeias Campestre e Nãnde Ru Marangatu, localizadas no município de Antônio João.

Jornal Midiamax