Geral

Terceiro maior colégio eleitoral do país, Rio de Janeiro tem quase 12 milhões de eleitores

Terceiro colégio eleitoral do país, ficando atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais, o Rio de Janeiro tem 11,89 milhões de eleitores. O número representa 8,5% do eleitorado nacional, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Nas últimas eleições municipais, em 2008, 84,6% dos eleitores compareceram às urnas para escolher seus representantes. Trezentos e […]

Arquivo Publicado em 07/10/2012, às 10h49

None

Terceiro colégio eleitoral do país, ficando atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais, o Rio de Janeiro tem 11,89 milhões de eleitores. O número representa 8,5% do eleitorado nacional, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


Nas últimas eleições municipais, em 2008, 84,6% dos eleitores compareceram às urnas para escolher seus representantes.


Trezentos e setenta e quatro candidatos tentarão se eleger para as prefeituras dos 92 municípios fluminenses no pleito deste domingo (7). Nova Iguaçu é o município com maior número de candidatos (dez), seguido pelo Rio de Janeiro, por Duque de Caxias, Macaé e Teresópolis, com oito candidatos cada um.


Para as 1.171 vagas das câmaras municipais, são 21.027 candidatos. Com 4,7 milhões de eleitores, o Rio de Janeiro é o município com o maior número de vagas na Câmara Municipal (51) e maior número de candidatos a vereador (1.581). Em 34 municípios, o Legislativo tem o número mínimo de nove representantes. Com apenas 41 candidatos, São Sebastião do Alto, na região serrana fluminense, terá a eleição para vereador menos disputada, com 4,5 candidatos por vaga.


No estado, apenas o município de Armação dos Búzios, na Região dos Lagos, terá eleição biométrica, na qual os eleitores são identificados por meio da impressão digital. Na cidade, 21,9 mil eleitores vão escolher entre cinco candidatos a prefeito e 155 concorrentes para as nove vagas da Câmara Municipal.


O Tribunal Regional Eleitoral informou que vai adotar uma política de “tolerância zero” contra crimes eleitorais. Pessoas envolvidas em boca de urna ou eleitores que usarem equipamentos eletrônicos dentro das seções poderão ser presas, mesmo que sejam menores de idade.

Jornal Midiamax