Geral

Suspeito de vender falsa viagem para Oktoberfest promete ressarcir as vítimas

Suspeito de vender falsa viagem para Oktoberfest promete ressarcir as vítimas

Arquivo Publicado em 17/10/2012, às 18h14

None

Suspeito de vender falsa viagem para Oktoberfest promete ressarcir as vítimas

O amadorismo ao organizar uma viagem para outro Estado e a promessa de ressarcir as 51 vítimas, até esta sexta-feira (19), podem fazer com que Wilson Casari Romoaldo, 24 anos, vulgo ‘junior’, não seja punido pelo crime de estelionato.


“Ele alegou que realmente tinha a idéia de concluir a viagem, mas que no decorrer do tempo viu que não conseguiria a estadia, alimentação e outras coisas previstas no pacote. Agiu de forma amadora e, se realmente ressarcir as vítimas, podemos retirar o dolo do crime de estelionato”, explica o delegado Décio Valvoriza, responsável pelas investigações.


Em depoimento, o professor de Educação Física, disse que como atividade paralela, abriu a empresa CR Tour, em Dourados, cidade distante a 225 quilômetros da Capital, para vender pacotes de viagens. Segundo o delegado, ele fazia visitas nas casas desde março recolhendo o dinheiro das vítimas, que pagavam em média R$ 100 por mês.


”O caso continua sendo investigado. Vamos entrar em contato com o hotel de Blumenau (SC), onde ele disse que houve uma troca de e-mails e aguardar até esta sexta-feira, quando ele garantiu já ter entrado em contato com todas as vítimas para fazer o ressarcimento”, conta o delegado.


Logo após se darem conta de ter caído em um golpe, 32 pessoas registraram boletim de ocorrência, sendo que hoje, por volta das 11h15, o restante das vítimas foi a 2ª delegacia.

Jornal Midiamax