Geral

Suspeito confessa sequestro de Valdivia e será indiciado por estupro

Rogério dos Santos, 36 anos, conhecido como “Orelhinha”, confessou nesta quarta-feira os crimes praticados contra o jogador Valdivia, do Palmeiras. Segundo a polícia, ele vai ser indiciado por extorsão, roubo mediante sequestro e estupro. O indiciamento por estupro se deve, segundo o delegado Marco Aurelio Batista, titular da 23º DP, pelo relato de que o […]

Arquivo Publicado em 13/06/2012, às 21h57

None

Rogério dos Santos, 36 anos, conhecido como “Orelhinha”, confessou nesta quarta-feira os crimes praticados contra o jogador Valdivia, do Palmeiras. Segundo a polícia, ele vai ser indiciado por extorsão, roubo mediante sequestro e estupro.

O indiciamento por estupro se deve, segundo o delegado Marco Aurelio Batista, titular da 23º DP, pelo relato de que o suspeito teria acariciado os seios da mulher de Valdívia, quando o jogador desceu do carro para sacar dinheiro.

A Polícia Civil de São Paulo também informou que o criminoso estava foragido desde novembro de 2011. Ele foi preso após assaltar outra pessoa no estacionamento de uma escola na região da Casa Verde, zona norte de São Paulo.

Santos tem passagens na polícia por roubo, extorsão, atentado violento ao pudor e estupro. Ele foi preso em 2005 e fugiu do presídio de Iperó, interior de São Paulo, no ano passado.

O meia Valdivia, camisa 10 do Palmeiras, sofreu um sequestro relâmpago na noite do dia 7 de junho, em São Paulo. O atleta acionou a Polícia Militar, após ter sido deixado em frente ao CT do time alviverde, localizado no bairro da Barra Funda.

O atleta foi dominado por homens armados por volta das 21h na avenida Sumaré e telefonou para as autoridades duas horas depois da noite desta quinta, após ser largado na avenida Marquês de São Vicente, na zona oeste de São Paulo, sem ter sofrido ferimentos.

Jornal Midiamax