Geral

Site para relacionamento extraconjugal registra mais de 17 mil brasileiros no primeiro dia do ano

Número é o maior desde julho, quando iniciaram as operações no Brasil, e já permite traçar um perfil dos amantes de 2012

Arquivo Publicado em 03/01/2012, às 23h30

None

Número é o maior desde julho, quando iniciaram as operações no Brasil, e já permite traçar um perfil dos amantes de 2012

A esperança de um novo amor parece ter sido um dos principais desejos dos brasileiros neste Réveillon. Isso porque no primeiro dia do ano, o site Ohhtel.com, voltado para aqueles que desejam encontrar um ‘affair’ para ter casos discretos, registrou recorde ao receber mais de 17 mil brasileiros cadastrados em apenas um dia. O serviço já é considerado o maior da América do Sul com um total de 754 mil sul-americanos cadastrados, sendo 403 mil apenas do Brasil. 


Para descobrir por que tantos brasileiros resolveram iniciar os planos para 2012 com a busca por uma nova paixão o site realizou uma pesquisa com 1.033 destes novos usuários. De acordo com os resultados, verificou-se, por exemplo, uma diferença de idade entre homens e mulheres, quando comparados com a média que o site apresenta que é de 37 anos.


 De acordo com o levantamento, os novos cadastrados do sexo masculino são mais jovens do que o normal, enquanto as mulheres são mais velhas. A idade média, especificamente dos homens cadastrados, até então, era de 40 anos e, por sua vez, a das mulheres era de 33. E, do total de entrevistados, 77% dos novos amantes estão em casamentos que possuem uma rotina média de menos de uma relação sexual por mês.


No entanto, segundo a vice-presidente de operações para o Brasil, Lais Ranna, o país continua sendo o único onde a maioria dos homens e mulheres cadastrados no Ohhtel.com não está em casamentos sem sexo. “Até o ano passado registrávamos uma média de apenas 14% de homens e mulheres casados e que afirmavam viver em relacionamentos sem relações sexuais. Mas, no dia 1º, fomos surpreendidos com esses 77% de novos usuários”, explica.


Do total da amostra pesquisada (1.033 usuários), 74% deles afirmaram nunca ter traído antes. Ao contrário do que era registrado até o ano passado quando a porcentagem de usuários do sexo masculino e feminino que diziam nunca ter traído era de apenas 10%. Quanto ao total destes novos usuários que afirmaram já ter “pulado a cerca” ao menos uma vez antes de ingressar no Ohhtel, o site registrou um índice de apenas 26% contra os 90% de usuários registrados em 2011 que afirmavam ter vivido a mesma situação.


Quando questionada sobre o motivo que pode ter levado tantas pessoas a iniciarem a busca por um novo ‘affair’ no Ano Novo Laís explica: “embora existam milhões de homens e mulheres no Brasil que são infelizes no casamento a maioria espera um determinado momento em sua vida antes de ter essa iniciativa. E o Ano Novo é um desses momentos porque as pessoas usam o primeiro dia do ano para fazer uma reflexão e olhar para suas necessidades pessoais.”


A executiva explica ainda que muitos olham para trás e percebem que mais um ano está chegando e eles estão presos em um relacionamento que tem muito pouco sexo e intimidade. “Essas pessoas querem mudar suas vidas para melhor e encontrar alguém que irá desejá-los ou, pelo menos, proporcionar-lhes satisfação sexual”, afirma.


Dezembro


Em dezembro o site registrou uma rota contrária, na qual apenas 500 pessoas realizavam cadastros no site a cada dia. A média, em períodos normais, é de até 2 mil novos usuários diariamente.  Laís acredita que as obrigações do mês de dezembro fizeram as pessoas focar a família e a religião. No início de janeiro elas pensam mais em si próprias e no que falta para serem felizes.


Jornal Midiamax