Geral

Síria viola sanções contra Irã, afirmam diplomatas

O regime sírio está envolvido em quase todas as violações da sanções das Nações Unidas contra o Irã, garantiram nesta terça-feira fontes diplomáticas no Conselho de Segurança da ONU. “Nos últimos dois anos, o comitê (de sanções da ONU contra Teerã) reuniu provas substanciais que demonstram que a Síria violou várias vezes as sanções das […]

Arquivo Publicado em 13/06/2012, às 00h48

None

O regime sírio está envolvido em quase todas as violações da sanções das Nações Unidas contra o Irã, garantiram nesta terça-feira fontes diplomáticas no Conselho de Segurança da ONU.


“Nos últimos dois anos, o comitê (de sanções da ONU contra Teerã) reuniu provas substanciais que demonstram que a Síria violou várias vezes as sanções das Nações Unidas contra o Irã”, disse a vice-embaixadora dos Estados Unidos junto à ONU, Rosemary DiCarlo, durante reunião do Conselho de Segurança sobre as sanções contra a República Islâmica.


O comitê de sanções da ONU contra o Irã redigiu um documento – ainda não divulgado – que revela três entregas ilegais de armas a Teerã, com envolvimento da Síria em duas delas.


“A rejeição da Síria em se submeter às decisões da ONU deveria preocupar muito o Conselho”, destacou DiCarlo.


“A abrangência (das violações) confirma a existência de uma política deliberada e contínua de entrega ilegal de armas e de material bélico entre Irã e Síria”, destacou o embaixador da França, Martin Briens.


“A Síria também está implicada em numerosos casos (de violações) denunciados ao comitê de sanções contra a Coreia do Norte. São violações graves cometidas por este país”, disse Briens.


Os Estados Unidos e seus aliados ocidentais exigem sanções contra o Irã, que acusam de desenvolver uma bomba atômica sob a fachada de um programa nuclear civil, o que Teerã desmente.

Jornal Midiamax