Geral

Sindicato afirma que porta giratória poderia ter evitado assalto dentro de banco

A presidente do Sindicato dos Bancários de Campo Grande, Iaci Azamor Torres disse nessa tarde ao Midiamax que a entidade está indignada com a informação de que o assalto dentro da agência do HSBC, na Avenida Afonso Pena, aconteceu depois que o bandido passou a porta giratória portando uma arma. “Uma porta giratória estando em […]

Arquivo Publicado em 10/12/2012, às 18h58

None

A presidente do Sindicato dos Bancários de Campo Grande, Iaci Azamor Torres disse nessa tarde ao Midiamax que a entidade está indignada com a informação de que o assalto dentro da agência do HSBC, na Avenida Afonso Pena, aconteceu depois que o bandido passou a porta giratória portando uma arma.

“Uma porta giratória estando em manutenção adequada impede esse tipo de ação, a entrada de qualquer material metálico como um revólver, por exemplo”, disse Iaci. De acordo com ela, todas as agências HSBC possuem porta giratória.

Iaci Azamor Torres ainda comentou o fato de um banco ser uma concessão e que todos têm o dever de oferecer segurança aos funcionários e também clientes dentro das agências. “Já fizemos vários apelos para que os bancos levem isso a sério porque estamos falando de vidas. O que eles arrecadam sai do bolso da população. Eles deveriam devolver em juros mais baixos e segurança”, frisa.

De acordo com uma testemunha que estava recebendo atendimento no caixa, um homem chegou de arma em punho, se dirigiu até a vítima e anunciou o assalto. O policial civil Rodrigo Nunes Roque, que também estava dentro da agência, viu a movimentação e tentou evitar o assalto. Houve disparos dentro do banco.

O policial foi baleado pelo assaltante. Ambos saíram da agência e aconteceu troca de tiros na rua.

Jornal Midiamax