Geral

Sesi leva cinema de graça para Bodoquena e Dois Irmãos neste fim de semana

Os filmes serão exibidos nesta sexta-feira, sábado e domingo à noite na Praça da Liberdade, em Bodoquena, e na Praça Central, em Dois Irmãos

Arquivo Publicado em 10/10/2012, às 12h21

None

Os filmes serão exibidos nesta sexta-feira, sábado e domingo à noite na Praça da Liberdade, em Bodoquena, e na Praça Central, em Dois Irmãos

O Cine Sesi Cultural, que leva cinema de graça para os moradores das cidades do interior onde não têm salas de exibição de filmes, chega a Bodoquena e Dois Irmãos do Buriti neste fim de semana com as exibições dos curtas e longas metragens “Os filmes que Eu não Fiz”, “O palhaço”, “Até o Sol Raiar”, “Eu e meu Guarda-Chuva”, “Vida Maria” e “Enrolados”. No caso de Bodoquena, a estrutura estará montada na Praça da Liberdade, enquanto em Dois Irmãos do Buriti será na Praça Central.


Segundo os produtores culturais do Cine Sesi, Luiz Fernando Vitral e Acidália Azevedo, em Mato Grosso do Sul, até o momento, o projeto já foi visto por mais de 71,6 mil pessoas em 28 cidades – Cassilândia, Selvíria, Três Lagoas, Paranaíba, Aparecida do Taboado, Brasilândia, Anaurilândia, Santa Rita do Pardo, Angélica, Fátima do Sul, Itaquiraí, Caarapó, Iguatemi, Eldorado, Mundo Novo, Amambai, Itaporã, Coronel Sapucaia, Paranhos, Bela Vista, Nova Alvorada do Sul, Bonito, Terenos e Sidrolândia.


Nas duas edições anteriores, 2010 e 2011, o Cine Sesi Cultural teve público total de 98,2 mil pessoas de 30 municípios. No País todo quase 3 milhões de pessoas de 559 cidades espalhadas por 8 Estados foram beneficiadas, caracterizando-se como um festival de cinema itinerante com a proposta de levar cinema para os municípios que não possuem salas de exibição em funcionamento.


Segundo o presidente da Fiems, Sérgio Longen, a Diretoria do Sistema Indústria orgulha-se de reunir na primeira etapa 52,2 mil pessoas e 46 mil na segunda edição. “Esse projeto de responsabilidade social contribui para divulgar as ações do Sesi no Estado e, mais do que nunca, estamos cumprindo com o nosso compromisso de levar cultura e lazer às diversas comunidades do Estado”, disse.


Para o superintendente do Sesi, Michael Gorski, a continuidade de um projeto, que já beneficiou quase 100 mil pessoas em dois anos de realização em Mato Grosso do Sul, demonstra a preocupação da entidade com a responsabilidade social. “Por meio do Cine Sesi, estamos mostrando à população do Estado que, além de saúde, educação e cidadania, também podemos levar cultura e lazer para as cidades do Estado”, pontuou.


O produtor do Cine Sesi explica que a estrutura conta com tela gigante e 500 cadeiras, além de projetor de 35 mm instalado dentro do caminhão de onde os filmes serão projetados. “O som possui três vias de 3 mil watts cada e projetor Hi-Light Xenon de 2 mil watts, proporcionando qualidade às exibições”, garantiu, completando que, além da megaestrutura, o público ainda ganha pipoca de graça durante os três dias de exibições de filmes nas cidades beneficiadas.

Jornal Midiamax