Geral

Sesau promove evento para a prevenção e combate da hipertensão arterial nesta quarta-feira

Com objetivo de orientar a população sobre a prevenção e controle da hipertensão arterial, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) realiza nesta quarta-feira (25), na Unidade Básica de Saúde (UBS), do bairro Caiçara, das 7h30 às 11h, atividades de aferição de pressão arterial, orientação sobre nutrição, atividade física e outros serviços de saúde. A realização […]

Arquivo Publicado em 24/04/2012, às 15h19

None

Com objetivo de orientar a população sobre a prevenção e controle da hipertensão arterial, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) realiza nesta quarta-feira (25), na Unidade Básica de Saúde (UBS), do bairro Caiçara, das 7h30 às 11h, atividades de aferição de pressão arterial, orientação sobre nutrição, atividade física e outros serviços de saúde.


A realização é da Coordenadoria de Atenção Básica (CAB) e Setor de Doenças e Agravos Não Transmissíveis (DANT), com apoio da Sociedade Brasileira de Cardiologia e programou para o próximo dia 26 de abril, em razão do Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, um evento no Fort Atacadista, localizado ao lado do Shopping Norte Sul Plaza, das 16h às 20h.


Informações adicionais – Dados do Ministério da Saúde apontam que 23,5% dos campo-grandenses adultos sofrem de hipertensão arterial. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, a principal causa de morte na Capital em 2011 foi o Infarto Agudo do Miocárdio. Outras quatro causas relacionadas a disfunções cardiovasculares, como o Acidente Vascular Cerebral e Doença Cardíaca Hipertensiva, também figuram entre as 10 principais causas de morte em Campo Grande.


Segundo a gerente técnica de Hipertensão e Diabetes, Suelen Castilho, as doenças relacionadas à hipertensão são as principais causadoras de morte no Brasil, o que mostra a importância da prevenção. “Pessoas com excesso de peso, que não tem uma alimentação saudável, ingerem muito sal, não fazem exercícios físicos, consomem muita bebida alcoólica, são diabéticos ou têm familiares hipertensos, tem maior risco de se tornarem hipertensas. O risco também aumenta com a idade”, afirma Suelen.


Cuidados com a alimentação, o controle do sal e a prática de exercícios físicos ajudam na prevenção e controle da hipertensão. O Ministério da Saúde também orienta as pessoas a medirem sua pressão arterial regularmente.

Jornal Midiamax