Geral

Servidores de 26 categorias podem perder com congelamento de salário do prefeito

Interessados diretamente no aumento do salário do prefeito eleito, Alcides Bernal (PP), servidores públicos foram a Câmara na manhã desta quinta-feira (13) para protestar contra o congelamento do salário. Eles justificam que o aumento prejudicaria 26 categorias, que dependem do reajuste do prefeito para ver o salário aumentar. “Queremos respeito e o apoio desta Casa […]

Arquivo Publicado em 13/12/2012, às 16h14

None
1103877276.jpg

Interessados diretamente no aumento do salário do prefeito eleito, Alcides Bernal (PP), servidores públicos foram a Câmara na manhã desta quinta-feira (13) para protestar contra o congelamento do salário. Eles justificam que o aumento prejudicaria 26 categorias, que dependem do reajuste do prefeito para ver o salário aumentar.

“Queremos respeito e o apoio desta Casa de Lei. Somos servidores e não queremos nada mais do que respeito”, declarou, irritada, a servidora Iara da Costa, auditora fiscal do Município. Ela afirmou que as categorias estão sem reajuste desde 31 de dezembro de 2004, o que já soma uma perda de 72%. Segundo ela, há margem no orçamento para aumentar em até 62% o salário do prefeito, que hoje é de, aproximadamente, R$ 15 mil.

Os servidores, em sua maioria do Sindicato dos Auditores da Receita Municipal, não quiseram falar o salário de um auditor. Eles disseram ainda que cabe a Nelsinho Trad (PMDB) a decisão, já que Bernal só chega à prefeitura em janeiro.

Alcides Bernal já declarou que não pedirá aumento do salário, o que fez o presidente da Câmara, Paulo Siufi (PMDB), mudar de opinião. Siufi defendia o reajuste do salário, alegando que o congelamento prejudicava secretários e servidores, mas mudou de ideia depois da declaração de Bernal.

Nesta quinta-feira, após ouvir as reclamações dos servidores, Siufi disse que vai voltar a conversar com Bernal e levar ao conhecimento dele a situação dos outros servidores. Para Siufi, Bernal deve aceitar o reajuste para não prejudicar o relacionamento com os servidores de primeira linha, referindo-se aos servidores de carreira.

Jornal Midiamax