Geral

Servidora terá que devolver R$ 17 mil por uso irregular de celular do Governo de MS

Uma servidora pública estadual da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) foi responsabilizada pelo uso irregular do telefone celular corporativo do órgão e terá que devolver aos cofres públicos de Mato Grosso do Sul mais de R$ 17 mil reais corrigidos. Segundo extrato de Sindicância Administrativa publicado nesta sexta-feira (24) no Diário […]

Arquivo Publicado em 24/08/2012, às 14h46

None

Uma servidora pública estadual da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) foi responsabilizada pelo uso irregular do telefone celular corporativo do órgão e terá que devolver aos cofres públicos de Mato Grosso do Sul mais de R$ 17 mil reais corrigidos.


Segundo extrato de Sindicância Administrativa publicado nesta sexta-feira (24) no Diário Oficial, a diretora-presidente da Iagro, Maria Cristina Galvão Rosa Carrijo, decidiu responsabilizar a fiscal estadual agropecuário Kathianne Kelly Chaves de Oliveira pelo uso irregular da linha telefônica que pertence à autarquia sul-mato-grossense.


O uso indevido aconteceu no período entre janeiro e dezembro de 2008. Neste tempo, a fiscal teria realizado gastos irregulares no valor total de R$ 17.149,55 (dezessete mil, cento e quarenta e nove reais e cinquenta e cinco centavos). O valor será atualizado e devidamente corrigido, para ser pago em parcelas mensais pela servidora pública estadual.


O pagamento, segundo Carrijo, será feito por consignação em folha de pagamento da servidora em favor da Iagro, em valores que não ultrapassem dez por cento da remuneração da fiscal agropecuário.


A funcionária será notificada do resultado da sindicância e os autos serão enviados para o Gestor de Orçamento e Finanças, que fará a atualização monetária do valor. A decisão foi tomada apenas na esfera administrativa.

Jornal Midiamax