Geral

Ser inocentado ou condenado à morte são únicas sentenças justas, diz Breivik

O norueguês Anders Breivik, que está sendo julgado pela acusação de ter matado 77 pessoas em julho do ano passado, afirmou nesta quarta-feira que ele só há dois possíveis desfechos para seu jugamento – ser inocentado ou ser condenado à morte. Breivik disse que considera uma longa sentença uma ”punição patética”, mas a Noruega não […]

Arquivo Publicado em 18/04/2012, às 16h25

None

O norueguês Anders Breivik, que está sendo julgado pela acusação de ter matado 77 pessoas em julho do ano passado, afirmou nesta quarta-feira que ele só há dois possíveis desfechos para seu jugamento – ser inocentado ou ser condenado à morte.


Breivik disse que considera uma longa sentença uma ”punição patética”, mas a Noruega não aplica a pena de morte. Indagado se gostaria de ser condenado à morte, ele respondeu: “Não, mas eu aceitaria essa sentença.


Eu não reconheço uma pena de 21 anos de prisão, é ridículo”. No terceiro dia de seu julgamento, a promotoria vem interpeltando o ultradireitista Breivik, a fim de que ele possa dar mais detalhes sobre seus supostos laços com militantes nacionalistas europeus. Os promotores vêm tentando refutar seus supostos laços com militantes nacionalistas.

Jornal Midiamax