Geral

Senadores aprovam criação de 171 cargos comissionados no governo

O Senado aprovou nesta terça-feira, em votação simbólica, um projeto de lei da Câmara que cria 171 cargos comissionados no Ministério da Integração Nacional, no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e nas Superintendências de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), do Nordeste (Sudene) e da Amazônia (Sudam). As informações são da Agência Senado. Para ju...

Arquivo Publicado em 21/11/2012, às 00h22

None

O Senado aprovou nesta terça-feira, em votação simbólica, um projeto de lei da Câmara que cria 171 cargos comissionados no Ministério da Integração Nacional, no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e nas Superintendências de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), do Nordeste (Sudene) e da Amazônia (Sudam). As informações são da Agência Senado.

Para justificar a criação dos cargos, o governo federal, autor do projeto, explica que as autarquias, recriadas em 2007, foram estruturadas com o aproveitamento de cargos e funções já disponíveis na administração federal, considerados insuficientes.

Segundo o relator, senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), os cargos aprovados serão utilizados para o fortalecimento das entidades, em especial para o planejamento de programas voltados à redução de desigualdades regionais. No Dnit, os novos cargos servirão para fortalecer, segundo o governo, a atuação do órgão nas obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Os senadores Alvaro Dias (PSDB-PR), Wellington Dias (PT-PI), Pedro Taques (PDT-MT), Gim Argello (PTB-DF) e Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) apoiaram a proposta por entenderem que a criação desses cargos é necessária para um melhor funcionamento dos órgãos, principalmente as superintendências, que buscam a redução das desigualdades regionais.

Jornal Midiamax