Geral

Senador lança livro sobre julgamento do mensalão e combate à corrupção

O senador Pedro Simon (PMDB-RS) lançou em Brasília, nesta quarta-feira (6), o livro O Momento Supremo do Brasil – A Justiça Conquistada: Das CPIs ao julgamento do mensalão. A obra, com 278 páginas, é dividida em três partes que tratam de corrupção, das CPIs e do papel da imprensa e da Justiça. Para Simon, o […]

Arquivo Publicado em 06/12/2012, às 01h33

None

O senador Pedro Simon (PMDB-RS) lançou em Brasília, nesta quarta-feira (6), o livro O Momento Supremo do Brasil – A Justiça Conquistada: Das CPIs ao julgamento do mensalão. A obra, com 278 páginas, é dividida em três partes que tratam de corrupção, das CPIs e do papel da imprensa e da Justiça.

Para Simon, o julgamento do mensalão marca o momento mais importante da História do Brasil, desde que ele chegou ao Senado, há 36 anos. Ele mencionou a possibilidade de o Supremo Tribunal Federal ser apontado como a instituição mais confiável pela população brasileira e manifestou pesar pelo fato de o Senado ainda não ter chegado a esse ponto.

– Acho muito importante a população saber na intimidade o que é uma comissão parlamentar de inquérito. E também acho que essa ação do Supremo foi tão espetacular, tão positiva, que vai mudar os rumos da impunidade a que o Brasil está acostumado. O Brasil vai ser outro a partir dessa decisão – previu o senador.

A sessão de autógrafos ocorreu no início da noite, no Salão Nobre do Senado Federal. Entre as autoridades presentes estiveram o ex-presidente e ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal, Carlos Ayres Britto, o ministro do STF Marco Aurélio e os senadores Aécio Neves (PSDB-MG), Cristovam Buarque (PDT-DF), Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), Casildo Maldaner (PMDB-SC) e Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), que fez a apresentação do livro.

“Nessa obra, Simon resgata a autoridade e o papel que têm as comissões parlamentares de inquérito para a mais importante atribuição do parlamento. A atribuição de fiscalizar. Sem representar, legislar e fiscalizar, o parlamento não é parlamento”, diz o senador do Amapá.

O livro já foi lançado também em outubro, na Feira do Livro de Porto Alegre. Foram impressos 2 mil exemplares, que serão distribuídos gratuitamente. Os interessados devem encaminhar e-mail para [email protected]

Jornal Midiamax