Geral

Seminário apresenta planos iniciais para Atenção à Saúde na macrorregião de Campo Grande

A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul fez nesta apresentação a dos Eixos Temáticos que compõem o Plano Diretor de Atenção à Saúde (PDA) para a macrorregião de Campo Grande. Um serminário aberto pela secretária Beatriz Figueiredo Dobashi ocorreu na quinta-feira (1º), na Escola de Saúde Pública, reunindo secretários, gestores e […]

Arquivo Publicado em 04/03/2012, às 00h17

None

A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul fez nesta apresentação a dos Eixos Temáticos que compõem o Plano Diretor de Atenção à Saúde (PDA) para a macrorregião de Campo Grande. Um serminário aberto pela secretária Beatriz Figueiredo Dobashi ocorreu na quinta-feira (1º), na Escola de Saúde Pública, reunindo secretários, gestores e técnicos dos 35 municípios que integram a macrorregião.

O objetivo do encontro foi apresentar as ações destinadas aos municípios baseadas no levantamento de dados feitos por equipes da Secretaria Estadual de Saúde (SES). As informações são direcionadas aos aspectos epidemiológicos, socioeconômicos, demográficos, de gestão, controle social e de rede instalada para a saúde.

Para a secretária Beatriz Dobashi, a discussão voltada para assistência à saúde em Campo Grande e suas microrregiões é um grande momento para Mato Grosso do Sul na busca por soluções para o sistema de saúde. “O seminário inicial teve como meta apresentar os planos iniciais para a Campo Grande e seus municípios e também permitir que seus secretários, gestores e técnicos apresentassem suas propostas para soluções no sistema de saúde. É um processo bem sucedido, já que realizamos o mesmo Plano nas macrorregiões de Dourados e Três Lagoas. Em nível nacional, projetos semelhantes já são realizados em outros estados, mas Mato Grosso do Sul sai na frente neste quesito, devido à experiência adquirida nos planos nas duas macrorregiões anteriores”, destacou a secretária.

Após a palestra de apresentação do seminário inicial, os participantes do encontro foram divididos em grupos, de acordo com a sua microrregião, onde participaram de discussões dos eixos e suas implicações para cada município. Os eixos abordados de acordo com o PDA são: Fortalecimento da Atenção Básica, Inserção dos Hospitais nas Redes Regionais de Atenção Hospitalar, Integração e Atuação em Rede e Fortalecimento da Gestão Regional e do Controle Social.

Entre os participantes estavam gestores e técnicos, que participarão até o mês de junho de oficinas específicas abordando cada eixo do PDA, correspondendo às necessidades do sistema de saúde de cada região. “Trata-se de um sistema que vem apresentado sucesso desde 2011, quando iniciamos os levantamentos para a macrorregião de Dourados”, disse a coordenadora do PDA, Mônica Tischer.

Os secretários municipais de saúde aprovaram a iniciativa, destacando que a ampla discussão sobre o problema específico de cada região resultará numa ação coordenada para a melhoria da assistência à saúde. “Serão melhorias não só para municípios específicos, como para todo Estado. Poderemos diagnosticar a rede de atendimento à saúde entre os municípios que fazem parte da macrorregião de Campo Grande.

Isso com certeza implicará na melhorias de vários serviços de saúde que serão debatidos durante o encontro”, destacou o secretário municipal de saúde de Camapuã e presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde de Mato Grosso do Sul, Frederico Marcondes Neto.

Jornal Midiamax