Geral

Sem Neymar, Santos recebe Inter para manter sonho da Libertadores

Sem poder contar mais uma vez com o atacante Neymar, o Santos volta a campo diante do Internacional, neste sábado, a partir das 16h20 (horário de Brasília), na Vila Belmiro. Tanto para o Peixe quanto para o Colorado, o duelo possibilitará ao vencedor manter vivo o sonho de alcançar o G-4 do Campeonato Brasileiro, garantindo […]

Arquivo Publicado em 06/10/2012, às 14h37

None

Sem poder contar mais uma vez com o atacante Neymar, o Santos volta a campo diante do Internacional, neste sábado, a partir das 16h20 (horário de Brasília), na Vila Belmiro. Tanto para o Peixe quanto para o Colorado, o duelo possibilitará ao vencedor manter vivo o sonho de alcançar o G-4 do Campeonato Brasileiro, garantindo uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores da América.


Com a Joia fora da equipe santista, devido à expulsão contra o Grêmio, na última rodada, o jovem meia Felipe Anderson é uma das principais esperanças dos alvinegros diante do Inter.


“Me faltava um pouco de confiança mesmo, isso é verdade. Eu tinha um pouco de receio de arriscar alguns lances, de vez em quando, mas tanto o professor Muricy quanto o grupo estão me dando bastante confiança. Eles sempre falam para eu ir para cima e mostrar o meu futebol. Quero continuar evoluindo, para mostrar que não sou mais uma promessa, e sim uma realidade”, discursou.


Mais decisivo nas últimas jornadas, Felipe Anderson reconhece a falta que Neymar faz ao time, porém, prometeu empenho para ajudar o Santos a vencer. “É muito diferente jogar sem o Neymar. É ruim para a gente, pois ele sempre dá uma contribuição importante para a equipe. Mas estou numa sequência boa e não quero deixar esse ritmo cair. Contra o Inter é mais uma oportunidade para mostrar que estou bem e vou fazer o possível para ajudar o time a vencer”, comenta.


Já sobre a disputa pela vaga na Libertadores, o volante Henrique, que, recuperado de uma lesão no púbis e de volta ao time titular santista, após dois meses afastado dos gramados, substitui o suspenso Adriano, destaca que o pensamento da equipe deve ser rodada a rodada, devido à distância de 13 pontos para o G-4 – o Vasco, quarto colocado, tem 47 pontos, contra 34 do Peixe.


“Não desistimos da classificação para a Libertadores, mas não adianta pensarmos lá na frente. Temos que pensar jogo a jogo. Primeiro, a nossa tarefa é bater o Inter. Vencendo essa partida, vamos procurar seguir vencendo os adversários, um a um. Até porque não adianta falar de Libertadores se a gente continuar tropeçando. No entanto, creio que temos tudo para crescer, jogo após jogo, para buscar os nossos objetivos no Brasileirão”, analisa.


Além de Henrique, outra novidade alvinegra para o duelo contra o Internacional é a escalação de Bernardo. O meia-atacante ganhou a posição do argentino Patito Rodríguez. Nas laterais, Éwerthon Páscoa e Gérson Magrão serão improvisados, mais uma vez, já que Bruno Peres e Léo estão vetados novamente pelo departamento médico do clube.


Já na vaga do craque Neymar, o argentino Miralles ganhou a disputa com Bill e Victor Andrade, e será o companheiro do centroavante André no ataque do Santos, diante dos gaúchos.


No Internacional, que iniciou a semana com perspectivas de colocar todos os seus titulares em campo na Vila Belmiro e comemorando a ausência de Neymar da partida, os dias seguintes foram macabros: quatro jogadores apresentaram lesões de segunda à quinta-feira, e sequer viajaram a Santos para o confronto com o Peixe.


O meia D’Alessandro, que não atuou contra o Cruzeiro por sentir dores musculares, teve uma nova lesão na coxa esquerda constatada e para por 10 dias. Foi a quinta contusão do argentino, no mesmo local, em sete meses. Seu conterrâneo Dátolo será o substituto. Com a ausência de D’Ale, o excesso de estrangeiros não impede sua presença na partida deste sábado.


Outro desfalque fundamental será o centroavante Leandro Damião. O jogador torceu o tornozelo na partida do último sábado, se apresentou à Seleção para a disputa que não ocorreu contra a Argentina, mas, na volta da viagem a Resistência, teve a lesão constatada e irá parar por pelo menos uma semana. A tendência é que Rafael Moura, recuperado de contusão, entre em seu lugar.


Os outros dois problemas dizem respeito à zaga. Índio sentiu dores musculares durante a partida contra o Cruzeiro. Bolívar, também com problema muscular, está fora. Jackson entra na zaga. A boa notícia é que ao menos a equipe contará com a volta de Kléber à lateral esquerda.


“São jogadores importantes, de qualidade indiscutível. Mas não dá muito para lamentar, faltam só 11 jogos. Quem entrar precisa dar sequência”, ressalta o volante Ygor, que salientou a importância de o Inter quebrar o tabu de nunca ter vencido na Vila Belmiro. “Se a gente não conseguir uma vitória, nossas chances caem bastante. Estamos todos muito focados”, completa.


FICHA TÉCNICA


SANTOS X INTERNACIONAL


Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP)


Data: 6 de outubro de 2012, sábado


Horário: 16h20 (horário de Brasília)


Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (Fifa-RJ)


Assistentes: Janette Mara Arcanjo (Fifa-MG) e Luiz Antonio Muniz de Oliveira (RJ)


SANTOS: Rafael; Éwerthon Páscoa, Bruno Rodrigo, Durval e Gérson Magrão; Henrique, Arouca, Felipe Anderson e Bernardo; Miralles e André


Técnico: Muricy Ramalho


INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Jackson e Kléber; Ygor, Guiñazu, Fred e Dátolo; Forlán e Rafael Moura


Técnico: Fernandão

Jornal Midiamax