Geral

Seis categorias terminam a greve e voltam às atividades na segunda-feira em MS

IBGE, DNPM, Anvisa, UFMS, Funai e Mapa, que fazem parte do Sindsep/MS (Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Mato Grosso do Sul) resolveram em assembléia na tarde desta quarta-feira (29) acabar com a greve e aceitar a proposta do governo federal de reajuste de 15,8% em três parcelas em 2013, 2014 e 2015. Apenas o […]

Arquivo Publicado em 29/08/2012, às 21h14

None

IBGE, DNPM, Anvisa, UFMS, Funai e Mapa, que fazem parte do Sindsep/MS (Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Mato Grosso do Sul) resolveram em assembléia na tarde desta quarta-feira (29) acabar com a greve e aceitar a proposta do governo federal de reajuste de 15,8% em três parcelas em 2013, 2014 e 2015.


Apenas o Incra resolveu não aceitar a proposta e permanece em greve.


Com isso, os servidores, cerca de 500, voltam a trabalhar na segunda-feira (03) e pretender repor as horas paralisadas aos sábados, preferencialmente.


A proposta não agradou a categoria, que promete nova greve mais forte para o ano que vem, quando voltam a ser negociadas as reposições salariais, conforme informou o presidente do Sindsep, Joel Lima de França.


O presidente do sindicato dos policiais federais Jorge Caldas, disse que uma assembléia será feita nesta quinta-feira (30) para definir se os policiais em MS acatam a proposta ou não.


O sindicato nacional dos servidores das agências nacionais de regulação também fazem assembléia nesta quinta, às 9h, para discutir a proposta do governo, mas segundo presidente, Reinan Bispo Sobral, a orientação da federação é para que a greve seja mantida.

Jornal Midiamax