Geral

Secretaria de Saúde aguarda exames para confirmar morte por dengue hemorrágica

Laudo do exame que irá confirmar a causa da morte da estudante será divulgado na tarde desta segunda-feira

Arquivo Publicado em 17/09/2012, às 13h27

None
649413959.jpg

Laudo do exame que irá confirmar a causa da morte da estudante será divulgado na tarde desta segunda-feira

Foi enterrada na manhã desta segunda-feira (17), a estudante de Odontologia (UFMS), Laura Mattos, de 21 anos. Ela morreu na manhã de ontem, com suspeita de dengue hemorrágica tipo 4. De acordo com a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), ainda não foi confirmado que a morte de Laura esteja relacionada com um caso de dengue hemorrágica tipo 4.

Conforme familiares, no sábado, dia 8, Laura teve uma forte febre, vômito e taquicardia.

“No sábado ela teve febre de 40°. No domingo (9) foi levada para o posto de saúde, onde fizeram um hemograma, porém nada foi detectado.”, conta Fabíola de Matos, 22 anos, prima de Laura e colega de classe.

Após a primeira avaliação, ela foi encaminhada para uma clínica particular, na terça-feira, para a realização de novos exames, contudo, baseado em um novo hemograma, os médicos descartaram dengue.

Na quarta-feira (12), a estudante teve fortes dores abdominais e foi levada para uma terceira consulta, quando o médico suspendeu os medicamentos receitados anteriormente, porém Laura não reagiu ao novo tratamento.

Na sexta-feira (14), Laura foi internada e, após duas convulsões, encaminhada para o CTI (Centro de Tratamento Intensivo). No sábado foi constatada falência hepática e insuficiência renal e, apesar de uma transfusão de sangue, a acadêmica faleceu na manhã de domingo.

Familiares, amigos e comunidade acadêmica estiveram presentes no enterro.

A Secretaria de Saúde informou que foi coletado material para análise e que o resultado será divulgado na tarde desta segunda-feira.

Caso seja confirmado, este será o segundo caso de morte por dengue hemorrágica este ano no Mato Grosso do Sul. Um rapaz morreu no início do ano após complicações no quadro de dengue.

Jornal Midiamax