Geral

Saúde começa amanhã mobilização para dignóstico de Aids, Sífilis e Hepatites em MS

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) de Mato Grosso do Sul, através do Programa Estadual de DST/Aids e Hepatites Virais, realiza no período de 22 de novembro de 2012 a 10 de dezembro a Mobilização para o Diagnóstico de Aids, Sífilis e Hepatites “Fique Sabendo”. A ação faz parte da programação para o Dia […]

Arquivo Publicado em 21/11/2012, às 23h55

None

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) de Mato Grosso do Sul, através do Programa Estadual de DST/Aids e Hepatites Virais, realiza no período de 22 de novembro de 2012 a 10 de dezembro a Mobilização para o Diagnóstico de Aids, Sífilis e Hepatites “Fique Sabendo”. A ação faz parte da programação para o Dia Mundial da Luta contra a Aids, celebrada no dia 1º de dezembro e está voltada para a população geral e para os grupos populacionais mais vulneráveis à exposição do HIV.

A SES, com as Secretarias Municipais de Saúde, fará a divulgação de materiais informativos de prevenção e cuidados, além de disponibilizar nos municípios que contam com Serviços Ambulatoriais Especializados (SAE) e Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) os testes rápidos durante o período de mobilização, assim como no dia 1º de dezembro, considerado o “Dia D” de mobilização. Os Serviços Especializados estão localizados nos seguintes municípios: Aquidauana, Dourados, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Jardim, Naviraí, Três Lagoas, Paranaíba e Ponta Porã.

Em reunião técnica realizada no dia 29 de outubro foi definido que cada município fará a sua programação direcionada pelas suas especificidades municipais e população alvo. Ao todo serão disponibilizados pelo Programa Estadual de DST/Aids e Hepatites Virais 3.300 testes rápidos para HIV e Sífilis, e 2.600 para Hepatites B e C.

A campanha “Fique Sabendo”, aliada às ações previstas para o Dia Mundial, contribuirão para a sensibilização da população sobre esta doença, que ainda se constitui em um grave problema de saúde pública no nosso Estado. A campanha tem como objetivo dar a visibilidade para os cuidados contra a doença e promover a acessibilidade ao conhecimento do “status” sorológico da população.

De acordo com o Ministério da Saúde, a partir de quinta-feira até 1º de dezembro – as unidades da estratégia de mobilização “Fique Sabendo” estarão em todas os Estados do País, oferecendo a testagem para HIV/Aids, sífilis e hepatites B e C. Com apenas uma gota de sangue colhida, o resultado do teste rápido sai em 30 minutos. A pessoa recebe aconselhamento antes e depois do exame, e em caso positivo, é encaminhada para o serviço especializado.

Campanha

O tema da campanha pelo Dia Mundial de Luta contra a Aids deste ano destaca a importância de se realizar o teste, tendo como porta-vozes pessoas que vivem com HIV/Aids. A estratégia prevê veiculação de mensagens de promoção ao diagnóstico de HIV, com base nos direitos humanos e no combate ao estigma e preconceito. A divulgação nacional será feita em TV, rádio, salas de cinema e internet.

As mensagens mostrarão que o teste é um processo seguro, sigiloso e acessível na rede pública. Os protagonistas da campanha, que vivem com HIV e descobriram sua sorologia por meio do teste, irão incentivar a realização do exame. A campanha terá a seguinte abordagem: “Eu vivo com HIV e sei disso. A diferença entre nós é que você pode ter o vírus e não saber. Vá à unidade de saúde e faça o teste de Aids”.

Das 530 mil pessoas que vivem com HIV no Brasil atualmente, 135 mil desconhecem sua situação e cerca de 30% dos pacientes ainda chegam ao serviço de saúde tardiamente.

O público alvo é a população em geral, especialmente a que vive em situação de maior vulnerabilidade, como homens que fazem sexo com homens (HSH), travestis e profissionais do sexo. A campanha também incentiva os profissionais de saúde a recomendarem a testagem aos pacientes, independente de gênero, orientação sexual, comportamento ou contextos de maior vulnerabilidade.

Jornal Midiamax