Geral

São Paulo encerra jejum, vence Portuguesa e encosta no G-4

Após quatro partidas sem vencer no Campeonato Brasileiro, o São Paulo ganhou o clássico contra a Portuguesa por 3 a 1, neste sábado, no Estádio do Morumbi, e voltou a se aproximar do G-4 do torneio. Com o resultado, o time comandado por Ney Franco foi a 39 pontos, três a menos que o Vasco, […]

Arquivo Publicado em 16/09/2012, às 00h35

None

Após quatro partidas sem vencer no Campeonato Brasileiro, o São Paulo ganhou o clássico contra a Portuguesa por 3 a 1, neste sábado, no Estádio do Morumbi, e voltou a se aproximar do G-4 do torneio.

Com o resultado, o time comandado por Ney Franco foi a 39 pontos, três a menos que o Vasco, quarto colocado. Já a Portuguesa continuou com 29, na 12ª colocação do Brasileiro.

Neste sábado, o São Paulo prestou uma homenagem aos ídolos uruguaios que passaram pelo clube. O time entrou em campo de uniforme azul, com listras verticais nas três cores do clube no meio e os nomes de Darío Pereyra, Pedro Rocha, Pablo Forlán e Diego Lugano. No entanto, durante a partida, o time jogou com a tradicional camisa branca.

O São Paulo, contando com o retorno de Luís Fabiano, imprimiu uma forte blitz nos início da partida. Aos 2min, Denílson chutou com perigo de longe, e acertou a lateral direita da rede de Dida, pelo lado de fora. No minuto seguinte, Jadson encontrou Luís Fabiano na entrada da área, mas o centroavante chutou no meio do gol, para fácil defesa do goleiro.

No entanto, a insistência logo surtiu efeito. Aos 6min, Lucas fez uma linda jogada pelo meio de campo, passou por quatro marcadores, quase perdeu a bola, e tocou para Luís Fabiano, que saiu na cara do goleiro, mas chutou em cima de Dida. No rebote, contudo, Osvaldo teve somente o trabalho de chutar por cima do arqueiro caído para abrir o marcador.

O time tricolor seguiu pressionando, mas em menor intensidade. Aos 15min, Lucas avançou fazendo fila pelo lado direita, aplicou drible da vaca no marcador, mas perdeu o equilíbrio ao tentar driblar o goleiro e desperdiçou uma boa chance de ampliar. Depois, aos 21min, Luís Fabiano desperdiçou a terceira chance ao receber cruzamento de Wellington sozinho e cabecear por cima do gol.

A partir da metade do primeiro tempo, no entanto, a Portuguesa conseguiu equiparar a posse de bola e mexeu no placar antes do intervalo. Aos 36min, após um chutão da zaga rubro-verde, Rafael Tolói falhou ao tentar afastar de cabeça, na intermediária, e a bola sobrou limpa para Bruno Mineiro que finalizou bem, na saída de Rogério Ceni, no canto esquerdo, para empatar.

Na segunda etapa, o São Paulo chegou a levar perigo da Portuguesa no começo, mas voltou à frente no marcador com Cortez. Aos 11min, Osvaldo cruzou do lado esquerdo, Lucas pegou um sem-pulo que sairia pelo lado esquerdo, mas o lateral esquerdo tricolor esticou a perna e tocou a bola para as redes.

Com a vantagem retomada, o time tricolor passou a tocar melhor a bola e conseguiu ampliar aos 32min em uma jogada muito bem trabalhada. Maicon avançou pela meia-esquerda e, com um longo passe, lançou Lucas na direita. O meia-atacante foi à linha de fundo e rolou para trás para Luís Fabiano chutar forte e marcar seu 11º gol no Brasileiro, igualando a marca de Fred na ponta da artilharia.

Até o final, os mandantes ainda tentaram aplicar uma goleada na Portuguesa, mas não conseguiu. A torcida são-paulina, no entanto, aprovou a vitória e gritou “olé” nos minutos finais.

Pela 26ª rodada do Brasileiro, a Portuguesa encara mais um clássico, contra o Santos, às 21h (de Brasília) do próximo sábado, no Pacaembu, enquanto o São Paulo recebe o Cruzeiro, no domingo, às 16h.

Jornal Midiamax