Geral

Santos usa Robinho em suposta provocação ao SP

O Santos fez uma suposta provocação contra a diretoria do São Paulo ao postar uma foto do atacante Robinho por meio de seu Facebook oficial nesta quinta-feira. Na imagem, o ex-camisa 7 da Vila Belmiro aparece “montado” em cima do zagueiro Alex Silva, que defendia o clube do Morumbi na ocasião. A partida aconteceu na […]

Arquivo Publicado em 06/12/2012, às 21h18

None

O Santos fez uma suposta provocação contra a diretoria do São Paulo ao postar uma foto do atacante Robinho por meio de seu Facebook oficial nesta quinta-feira. Na imagem, o ex-camisa 7 da Vila Belmiro aparece “montado” em cima do zagueiro Alex Silva, que defendia o clube do Morumbi na ocasião.



A partida aconteceu na semifinal do Campeonato Paulista de 2010. Robinho ajudou Santos a eliminar o rival da competição ao vencer o clássico por 3 a 0, na Vila Belmiro, com dois gols de Neymar e um de Paulo Henrique Ganso.



A foto foi uma maneira de clube rebater as provocações do vice-presidente do São Paulo, João Paulo Jesus Lopes, que ironizou o Santos ao falar da concorrência pelo argentino Montillo, do Cruzeiro, que interessa aos dois clubes paulistas.



“Nós temos muito respeito por alguns adversários. Tirando os adversários tradicionais, o Santos, a Portuguesa e o Juventus são, de certa forma, nossos segundos times. Ficaria indelicado fazer algum comentário em cima das possibilidades desses clubes, com os quais temos grande relacionamento”, afirmou o dirigente à Rádio Bradesco Esportes FM.



A postagem também serviu para dar esperanças ao torcedor do Santos em relação ao retorno de Robinho. Apesar de a negociação estar emperrada por falta de recursos financeiros, a diretoria santista ainda tenta repatriar o atacante.



É a segunda vez nesta semana que o Facebook do Santos responde aos rivais com publicações. Na última quinta-feira, o clube postou o perfil de Léo e ressaltou que o atleta é o maior ganhador de títulos da equipe santista após a Era Pelé. A postagem aconteceu após os corintianos Emerson Sheik e Ralf dispararem contra o lateral, que provocou a torcida do Corinthians depois dos incidentes no aeroporto de Cumbica.


Jornal Midiamax