Geral

Roger marca após 14 jogos, e Ponte vence Cruzeiro em Campinas

A Ponte Preta sofreu no segundo tempo, mas bateu nesta quinta-feira o Cruzeiro por 1 a 0 e ficou ainda mais longe da zona do rebaixamento da Série A do Campeonato Brasileiro. O gol do triunfo foi anotado pelo atacante Roger, que não comemorava há 14 partidas. O duelo foi realizado no Estádio Moisés Lucarelli, […]

Arquivo Publicado em 26/10/2012, às 01h33

None

A Ponte Preta sofreu no segundo tempo, mas bateu nesta quinta-feira o Cruzeiro por 1 a 0 e ficou ainda mais longe da zona do rebaixamento da Série A do Campeonato Brasileiro. O gol do triunfo foi anotado pelo atacante Roger, que não comemorava há 14 partidas. O duelo foi realizado no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Com o resultado positivo, o clube paulista somou 43 pontos, ficando dez à frente do Sport, primeiro integrante da degola. O Cruzeiro, que perdeu na última rodada para o Palmeiras, tem a mesma quantia.

Na próxima rodada, a Ponte visitará o Grêmio. O embate será no dia 3 de novembro. Na mesma data, a equipe mineira receberá o Santos.

Embalada pela vitória contundente sobre o Santos na rodada passada, a Ponte Preta, jogando com o apoio de sua torcida, partiu para cima do Cruzeiro. Logo aos 2min, o rápido atacante Luan arrancou do meio-campo e rolou para Cicinho, que, sozinho dentro da área, bateu em cima do goleiro Fábio.

Aos 26min, mais uma chance para os campineiros. E novamente com Cicinho. O centroavante Roger cruzou da esquerda e achou o volante. Elemento surpresa, ele desviou, mas arrematou por cima da meta celeste.

Sete minutos depois, porém, a equipe mineira não suportou a pressão. Luan gingou pela esquerda, levou para o meio e cruzou. A bola encobriu Rafael Donato e encontrou a cabeça de Roger. O atacante escorou e abriu o placar no Estádio Moisés Lucarelli. O camisa 9 encerrou um jejum de 14 partidas.

Encurralado na etapa inicial, o Cruzeiro, do técnico Celso Roth, voltou do intervalo com outra postura. No primeiro minuto do segundo tempo, Anselmo Ramon recebeu cruzamento, mas, apesar da liberdade, finalizou fraco.

Aos 25min, Wellington Paulista carregou pela esquerda e bateu rasteiro. Edson Bastos deu rebote, mas Fabinho, ex-jogador do Guarani, desperdiçou a sobra. Apesar de superiores, os mineiros não conseguiram igualar o marcador e contabilizaram mais uma derrota na competição.

Jornal Midiamax