Geral

Rejeição de Giroto segue a maior entre os sete candidatos à prefeitura

Em nova rodada da pesquisa DATAmax, feita entre os dias 2 e 4 de outubro quando 1050 pessoas foram ouvidas em Campo Grande, o candidato Edson Giroto (PMDB)  permanece com o maior índice de rejeição entre os sete candidatos à Prefeitura de Campo Grande. São 29,8% dos eleitores entrevistados que declararam jamais votar no candidato. […]

Arquivo Publicado em 05/10/2012, às 20h31

None
1008735642.jpg

Em nova rodada da pesquisa DATAmax, feita entre os dias 2 e 4 de outubro quando 1050 pessoas foram ouvidas em Campo Grande, o candidato Edson Giroto (PMDB)  permanece com o maior índice de rejeição entre os sete candidatos à Prefeitura de Campo Grande. São 29,8% dos eleitores entrevistados que declararam jamais votar no candidato.


Vander Loubet (PT) figura no segundo lugar com o maior índice, já que 19,2% das pessoas disseram que não votariam nele. Na sequência aparece Suél Ferranti (PSTU) com 9,3% de rejeição.


Alcides Bernal (PP) acumula 5,1% de eleitores que não votariam nele e Marcelo Bluma (PV) 2,8%. Sidney Melo (PSOL) tem 2,4% de rejeição e Reinaldo Azambuja (PSDB) com 1,7% do índice.


Não votariam em nenhum dos sete candidatos 2,5% dos entrevistados e não rejeitam nenhum deles 20,8%. Não souberam opinar 9,4% dos ouvidos.


Comparativo


Em relação à oitava rodada, três candidatos tiveram as rejeições de voto aumentadas. Edson Giroto (PMDB) estava com 26,4% das rejeições e agora tem 26,8%. Alcides Bernal (PP) estava com 4,6% e agora tem 5,1% das rejeições e Sidney Melo (PSOL) aparecia com 2% e agora está com 2,4%.


Diminuíram os índices de rejeição Vander Loubet (PT), que tinha 20,1% e agora está com 19,2% e Marcelo Bluma (PV) que estava com 2,9% e agora está com 2,8%. Manteve o índice de rejeição Reinaldo Azambuja (PSDB) com 1,7%. A pesquisa foi registra no dia 30 de setembro de 2012 como MS-00339/2012.

Jornal Midiamax