Geral

Reinaldo confia chegar ao segundo turno e descarta apoio a Giroto

“Eles sempre nos ridicularizaram na campanha, disseram que ganhariam no primeiro turno”, disse o tucano para justificar a decisão de não apoiar o PMDB

Arquivo Publicado em 07/10/2012, às 13h47

None
1188969940.jpg

“Eles sempre nos ridicularizaram na campanha, disseram que ganhariam no primeiro turno”, disse o tucano para justificar a decisão de não apoiar o PMDB

Candidato a prefeito de Campo Grande pelo PSDB, o deputado federal Reinaldo Azambuja manifestou confiança em chegar ao segundo turno da eleição, mas, no caso de não conquistar a vaga, adiantou não apoiar o candidato governista Edson Giroto (PMDB).


“Eles sempre nos ridicularizaram na campanha, disseram que ganhariam no primeiro turno”, explicou o tucano. “Mas, mesmo com toda a máquina da prefeitura e do governo, estão tendo que lutar muito para chegar ao segundo turno”, acrescentou.


Outro ponto que afasta o PSDB dos governistas, segundo Reinaldo, é a atitude de líderes do PMDB. “São um exemplo de soberba e arrogância”, disparou. Ele ainda informou nortear seu rumo na segunda etapa da eleição com base no plano de governo.


“Vou apoiar quem concordar com o nosso plano de trabalho, elaborado após ouvir 120 mil campo-grandenses”, avisou. A Direção Nacional do PSDB também terá papel fundamental na decisão, segundo Reinaldo.


Confiança


Apesar de adiantar dicas sobre seu futuro na eleição, o tucano fez questão de apostar em sua passagem para eventual segundo turno. “A expectativa é boa, porque acreditamos em um empate técnico”, comentou. “A melhor pesquisa é na abertura das urnas”, emendou.


Reinaldo votou por volta das 10h15 no Colégio Lúcia Martins Coelho, acompanhado do seu vice, vereador Athayde Nery (PPS). “Duas coisas cresceram nesta eleição: a rejeição do Giroto e as intenções de votos em favor do Reinaldo”, destacou Athayde.

Jornal Midiamax