Geral

Receita Federal já ultrapassa R$ 2 milhões em apreensões durante operações em MS

Balanço parcial da Receita Federal, durante as operações “Dragão I” e “Fronteira Legal 10”, que tiveram início no dia três deste mês, já contabilizam a apreensão de um bi-trem e milhares de cigarros contrabandeados, além veículos e meio milhão de mercadorias oriundas do Paraguai. Na noite de ontem (11), por volta das 21h, agentes de […]

Arquivo Publicado em 12/06/2012, às 17h01

None

Balanço parcial da Receita Federal, durante as operações “Dragão I” e “Fronteira Legal 10”, que tiveram início no dia três deste mês, já contabilizam a apreensão de um bi-trem e milhares de cigarros contrabandeados, além veículos e meio milhão de mercadorias oriundas do Paraguai.


Na noite de ontem (11), por volta das 21h, agentes de repressão ao contrabando e descaminho da Receita Federal aprenderam uma carreta bi-trem que transportava 435 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai. O motorista foi preso e encaminhado à delegacia de Naviraí, cidade distante a 359 quilômetros da Capital.


O veículo e os cigarros foram encaminhados à Receita Federal de Mundo Novo. Já na região de Ponta Porã está em execução à operação “Leão na Fronteira X”, que já apreendeu, desde o dia três aproximadamente R$ 500 mil em mercadorias importadas irregularmente, tais como cigarros, bebidas, brinquedos, eletroeletrônicos e produtos de informática.


Foram ainda apreendidos 100 kg de maconha em um veículo com placas de Ribeirão Preto/SP, que furou a barreira e foi acompanhado pelos servidores da Receita, abandonando o veículo e fugindo para o mato. O veículo e a droga foram encaminhados para a DPF de Ponta Porã.


As duas operações são realizadas exclusivamente por servidores da Receita Federal, com treinamento específico em ações de repressão, abordagem e tiro, e são coordenadas pela DIREP01 (Divisão de repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal de Brasília) e contam com a participação de 30 servidores lotados em Brasília/DF, Goiânia/GO, Campo Grande/MS, Santa Maria/RS e Salvador/BA.


As ações são coordenadas pela DIREP01 (Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho de Brasilia) e são realizadas exclusivamente por servidores da Receita Federal. Ao total, o resultado de apreensões de mercadorias e veículos das duas operações já ultrapassa R$ 2 milhões.

Jornal Midiamax