Geral

Quadrilha suspeita de praticar 50 homicídios é presa no RS

A Polícia Civil gaúcha deu sequência à terceira etapa de uma operação na cidade de São Leopoldo, região metropolitana de Porto Alegre, na manhã desta quinta-feira (30), contra bandidos responsáveis por cerca de 50 assassinatos na região do Vale dos Sinos. Hoje, 14 pessoas foram presas. A Operação Tanatus (morte, em grego), iniciada em janeiro, […]

Arquivo Publicado em 30/08/2012, às 21h57

None


A Polícia Civil gaúcha deu sequência à terceira etapa de uma operação na cidade de São Leopoldo, região metropolitana de Porto Alegre, na manhã desta quinta-feira (30), contra bandidos responsáveis por cerca de 50 assassinatos na região do Vale dos Sinos. Hoje, 14 pessoas foram presas.


A Operação Tanatus (morte, em grego), iniciada em janeiro, prendeu, ao todo, 89 pessoas. Uma centena de policiais e 30 viaturas atuam na força-tarefa, que ainda busca outros três foragidos na zona norte e nos bairros feitoria e pinheiros. De acordo com o delegado Adriano Nonnenmcher, dois grupos foram desarticulados nesta quinta-feira. “Acreditamos que as quadrilhas sejam responsáveis por pelo menos 50 homicídios na região”, calcula.


O delegado afirma que as três fases da operação são uma ofensiva forte contra os assassinatos em São Leopoldo, quase todos ligados ao narcotráfico. “No mês de agosto, tivemos quatro homicídios, quando a média era de dez, 15 por mês.” Nonnenmcher espera agora uma redução do crime na região.


Além das prisões, foram apreendidos cinco revolveres, duas espingardas e 3 quilos de drogas, entre maconha e crack. A operação visa cumprir 26 mandados de busca e apreensão.

Jornal Midiamax