Geral

PRF começa Operação do Dia do Trabalho nas rodovias federais do estado

Deu início às 0h desta sexta-feira (27) e vai até a terça-feira (2) a “Operação Dia do Trabalho” da Polícia Rodoviária Federal. A campanha que vai fiscalizar os 3,409 mil quilômetros de rodovias federais do estado conta com 22 postos de fiscalização e equipes volantes nos pontos mais sensíveis das rodovias. A operação objetiva coibir […]

Arquivo Publicado em 27/04/2012, às 11h10

None

Deu início às 0h desta sexta-feira (27) e vai até a terça-feira (2) a “Operação Dia do Trabalho” da Polícia Rodoviária Federal. A campanha que vai fiscalizar os 3,409 mil quilômetros de rodovias federais do estado conta com 22 postos de fiscalização e equipes volantes nos pontos mais sensíveis das rodovias.


A operação objetiva coibir acidentes. No ano passado, por exemplo, no mesmo período, ocorrerem 46 acidentes nas rodovias federais, 21 pessoas ficaram feridas e quatro mortas.


Para planejar a fiscalização, a PRF realiza levantamentos dos locais mais críticos com relação a acidentes, incidências de ultrapassagens proibidas e outras infrações. Receberão atenção especial a BR 163, principal via do estado e as vias de grande apelo turístico como as de acesso as cidades de Bonito, Jardim, Rio Verde de MT, Corumbá, e a BR 463 – que dá acesso a Pedro Juan Caballero.


A operação vai contar com dois radares estáticos (fotográfico), 15 radares portáteis, 25 bafômetros, 30 viaturas e efetivo de 300 policiais. Para urgências e emergência a PRF disponibiliza o telefone 191.


Dicas para quem vai pegar a estrada:


O motorista deve procurar se informar sobre as distâncias que vai percorrer, pontos de parada, existência de postos de combustíveis e de restaurantes à beira da estrada. Verificar a documentação de habilitação e do veículo.


Revisão


É fundamental providenciar a revisão do automóvel, mesmo para pequenas viagens. Faróis conferidos para ver e ser visto; pneus calibrados e em bom estado; motor revisado, com óleo e nível da água do radiador checado. Não esquecer de verificar a presença e estado dos equipamentos de porte obrigatório: pneu estepe, macaco, triângulo e chave de roda, além dos limpadores de parabrisa e luzes do veículo.


Pausas


O condutor deve programar paradas, pelo menos, a cada três horas. Quem se expõe a muitas horas dirigindo fica sujeito ao fenômeno da “hipnose rodoviária”, na qual se mantém com os olhos abertos, mas sem percepção da realidade à volta.


Noite


Evitar circular à noite. Além da redução da visibilidade é o período do dia em que muitos bandidos se aproveitam para a prática de crimes.


Tempo


Se informar sobre as condições do tempo nos lugares por onde vai passar. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) disponibiliza gratuitamente informações sobre o tempo no endereço www.inmet.gov.br.


No MS é possível conferir informações sobre as condições de trânsito em tempo real no Twitter da PRF – PRF191MS.

Jornal Midiamax