Geral

Presidente do Palmeiras admite procura por Falcão, mas diz que negócio não evoluiu

Cinco dias após a demissão do técnico Luiz Felipe Scolari, a diretoria segue atrás de alguém para substituí-lo. O presidente Arnaldo Tirone admitiu ter procurado Paulo Roberto Falcão. No entanto, o mandatário palmeirense garante que qualquer negócio está longe de ser fechado. – O Palmeiras tinha um técnico até quinta. Agora, tem um interino. Temos […]

Arquivo Publicado em 18/09/2012, às 17h40

None

Cinco dias após a demissão do técnico Luiz Felipe Scolari, a diretoria segue atrás de alguém para substituí-lo. O presidente Arnaldo Tirone admitiu ter procurado Paulo Roberto Falcão. No entanto, o mandatário palmeirense garante que qualquer negócio está longe de ser fechado.

– O Palmeiras tinha um técnico até quinta. Agora, tem um interino. Temos de pensar em um novo técnico. Tem o nome do Falcão, mas não tem nada.

Houve uma consulta, mas não prosperou, não evoluiu – afirmou o dirigente ao LANCENET!.

– Foi uma consulta. Ele até manifestou o interesse. Mas tudo tem de ter um acordo, uma sinergia. No momento, não está na pauta. A conversa não evolui mais. Estamos analisando – completou.

A assessoria de imprensa do treinador confirmou o contato de um representante do Palmeiras. Atualmente, Falcão é uma das opções para substituir Felipão. A diretoria também estuda outros nomes.

Após ouvir a recusa de Jorginho, do Bahia, na semana passada e receber a informação que a multa rescisória de Dorival Júnior no Flamengo seria muito alta, os palmeirenses agora focam técnicos que não estão empregados.

Emerson Leão, do São Caetano, e Gilson Kleina, da Ponte Preta, que foram cogitados, perderam força.

O nome de Cristóvão Borges, recém-demitido do Vasco, também agrada a diretoria.

Jornal Midiamax