Geral

Prefeitura e Arquidiocese firmam parceria para o projeto Cidade da Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) terá uma participação ativa no projeto “Promover saúde é promover vida”, uma ação da Campanha da Fraternidade 2012 que será realizada na Cidade do Natal, oportunamente denominada Cidade da Saúde, no próximo domingo (15), durante todo o dia. A prefeitura vai montar algumas barracas no local oferecendo diversos serviços […]

Arquivo Publicado em 14/04/2012, às 12h04

None

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) terá uma participação ativa no projeto “Promover saúde é promover vida”, uma ação da Campanha da Fraternidade 2012 que será realizada na Cidade do Natal, oportunamente denominada Cidade da Saúde, no próximo domingo (15), durante todo o dia.


A prefeitura vai montar algumas barracas no local oferecendo diversos serviços em saúde, tais como imunização, avaliações físicas, saúde bucal e animal, entre outros. A equipe do setor de Doenças e agravos não transmissíveis da Sesau estará representada com cinco preparadores físicos e uma nutricionista.


Os profissionais farão avaliações (Índice de Massa Corporal e Relação Cintura Quadril) e atividades físicas, orientações nutricionais, de controle do tabagismo e sobre a violência contra a mulher. O setor de imunização também estará presente para vacinar os interessados. Os técnicos da saúde apenas lembram as famílias para não se esquecerem de levar a carteira de vacinação e o cartão do SUS.


Os profissionais em saúde bucal vão estar preparados para ensinar sobre a técnica correta de escovação, além de prestarem orientações gerais importantes para manter a saúde bucal. “Neste tipo de ação ficamos em contato direto com o público.


É uma oportunidade de mudar o comportamento, de levar a população à reflexão e à adoção de hábitos mais saudáveis”, argumenta Enelita Mazon, gerente técnica de atividades físicas da Sesau. Já a equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) será composta por um veterinário e cinco auxiliares, que prestarão os seguintes serviços na Cidade da Saúde: vacinação antirrábica, orientação sobre roedores, animais peçonhentos, leishmaniose e dengue.


 “Nosso foco principal é a orientação e educação em saúde animal”, pontua a veterinária do CCZ, Iara Helena Domingos. Ela cita ainda a lei municipal nº 79, de 2005, que trata da posse responsável de animais.


“O CCZ cuida muito da repressão a maus tratos nos animais, os responsáveis pelos bichos de estimação têm obrigações relativas à criação para evitar as zoonoses e os maus tratos”, reforça Iara. Cidade da Saúde – é um projeto da Arquidiocese de Campo Grande que conta com duzentos parceiros.


A Prefeitura de Campo Grande, as universidades (Universidade Católica Dom Bosco, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Anhanguera-Uniderp), o Tribunal Regional Eleitoral, os hospitais (Proncor, Maternidade Cândido Mariano) e organizações não governamentais.


A expectativa dos organizadores é que extensa programação do evento leve ao local um número significativo de pessoas, tendo em vista principalmente o fato de poderem contar com a linha de ônibus 51, que permitirá o acesso direto à Cidade da Saúde. As atividades estão previstas para começar às 8h e terminar às 18h, com uma missa.

Jornal Midiamax