Geral

Por unanimidade, Jerson é reconduzido pela quarta vez à presidência da Assembleia

Em votação aberta, Jerson foi reeleito e Arroyo foi escolhido para ocupar a primeira secretaria, segundo cargo mais importante da Casa de Leis

Arquivo Publicado em 11/12/2012, às 15h42

None
316563351.jpg

Em votação aberta, Jerson foi reeleito e Arroyo foi escolhido para ocupar a primeira secretaria, segundo cargo mais importante da Casa de Leis

Em votação aberta, parlamentares aprovaram por unanimidade, nesta terça-feira (11), a recondução do deputado Jerson Domingos (PMDB) à presidência da Assembleia Legislativa. Será a quarta vez que ele comandará a Casa de Leis, totalizando oito anos de mandato.


“Hoje, me sinto um homem realizado e espero que Deus me dê sabedoria para tomar decisões acertadas” disse o presidente, após a votação. O mandato encerra no final de 2014, quando Jerson deverá deixar a Assembleia para assumir vaga no Tribunal de Contas do Estado (TCE).


Na segunda cadeira mais poderosa do Legislativo, sentará, a partir de 2013, o deputado Antônio Carlos Arroyo (PR). Atualmente, a primeira secretaria, que administra o orçamento da Casa, é ocupada pelo deputado Paulo Corrêa (PR). 


À oposição, restou a segunda secretaria, que será chefiada pelo deputado Pedro Kemp (PT), em substituição ao colega Paulo Duarte (PT), futuro prefeito de Corumbá.


Os partidos nanicos continuam com a terceira secretaria e terceira vice-presidência, comandadas, respectivamente, por Felipe Orro (PDT) e Mara Caseiro (PTdoB). O PSDB também manteve Dione Hashioka na segunda vice-presidência e Maurício Picarelli (PMDB) permanecerá na primeira vice-presidência, responsável pela administração da TV Assembleia.


A posse dos eleitos ocorrerá em primeiro de janeiro na sala da presidência. O regimento previa a votação em fevereiro, mas os deputados decidiram antecipar a eleição para garantir a participação dos parlamentares eleitos prefeitos, como Paulo Duarte e Alcides Bernal (PP).


Dos 24 deputados, apenas Laerte Tetila (PT) faltou à votação. Ele está em Dourados, onde a Câmara Municipal aprecia, nesta terça-feira, parecer do TCE sobre as contas da prefeitura na gestão do petista.

Jornal Midiamax