Geral

Por causa de alagamento, moradora perde tudo pela sétima vez

Hoje, com a casa praticamente vazia e apenas algumas coisas empilhadas pelos quatro cômodos da casa, Vanda confessa que não sabe mais o que fazer. “Eu não tenho uma casa, tenho uma canoa”.

Arquivo Publicado em 28/01/2012, às 11h00

None
1303697079.jpg

Hoje, com a casa praticamente vazia e apenas algumas coisas empilhadas pelos quatro cômodos da casa, Vanda confessa que não sabe mais o que fazer. “Eu não tenho uma casa, tenho uma canoa”.

Moradora há nove anos na rua Simões, no bairro Estrela Dalva, em Campo Grande, Vandenir Silva dos Santos perdeu tudo o que tinha na casa pela sétima vez com o alagamento causado pela chuva na tarde desta quinta-feira (26).


Foram 55 minutos de chuva que resultaram, para ela e os três filhos, no abandono do lar. “Não tinha mais condições de eu ficar aqui, tive que ir com as crianças para a casa da minha mãe”, contou.


Subir geladeira e fogão em pilares um pouco mais altos do que o chão não foi o que resolveu, pois a água chegou até a metade da parede. “Perdi tudo os meus móveis, até minha cama, que levei dois anos para conseguir pagar”, lamenta Vanda, como é chamada pelos conhecidos.


Hoje, com a casa praticamente vazia e apenas algumas coisas empilhadas pelos quatro cômodos da casa, Vanda confessa que não sabe mais o que fazer. “Eu não tenho uma casa, tenho uma canoa”.


Revoltada, a doméstica faz um único apelo: “Não tenho medo de recomeçar, eu só queria um lugar digno para morar com meus filhos, queria que o prefeito ouvisse o meu caso”.

Jornal Midiamax