Geral

Ponte Preta perde dois pênaltis, mas consegue vitória em casa contra o Comercial-SP

Em Campinas, a Ponte Preta conseguiu a segunda vitória seguida no Campeonato Paulista contra o Comercial-SP, neste domingo, e confirmou a recuperação da equipe após ser goleado pelo Santos na semana passada. O anfitrião ditou o ritmo da partida durante todo o tempo e só encontrou dificuldades dentro do próprio time, que perdeu dois pênaltis […]

Arquivo Publicado em 04/03/2012, às 23h16

None

Em Campinas, a Ponte Preta conseguiu a segunda vitória seguida no Campeonato Paulista contra o Comercial-SP, neste domingo, e confirmou a recuperação da equipe após ser goleado pelo Santos na semana passada. O anfitrião ditou o ritmo da partida durante todo o tempo e só encontrou dificuldades dentro do próprio time, que perdeu dois pênaltis seguidos aos 36min e 40min da etapa final.


O primeiro pênalti foi perdido por Roger, ídolo da torcida da pontepretana, que apesar da infelicidade no segundo tempo ajudou a equipe dando a assistência para o gol de Enrico aos 37min da primeira etapa, em sua reestreia pela macaca. A segunda penalidade da Ponte foi perdida por Renato Cajá, que bateu um pouco melhor que seu companheiro e exigiu uma bela defesa do goleiro Alex.


Do lado do Comercial-SP o personagem principal foi o capitão Fabão, que desde o primeiro tempo era o homem de referência nas bolas paradas. Mas o mesmo Fabão que tentou ajudar o time inofensivo no ataque, na retaguarda sofreu para marcar os atacantes adversários, com passadas desajeitadas e chegando atrasado nos lances. Tanto sofreu que foi ele quem fez a falta do segundo pênalti contra sua equipe. O primeiro pênalti foi cometido por Jordan.


Mesmo após as cobranças perdidas, o Comercial-SP não teve forças para reagir e fez uma partida digna de quem desde o começo da competição permanece na zona de rabaixamento, não oferecendo grande perigo para o goleiro Lauro da Ponte durante todo o jogo. Com a vitória em casa a Ponte Preta assume a oitava posição na tabela do Paulistão e entra na zona de classificação para a segunda fase, com oito pontos atrás do líder.


Jornal Midiamax