Geral

‘PMA’ entregará alimentos para refugiados palestinos

O Programa Mundial de Alimentos (PMA), informou que irá começar a fornecer rações de comida para 125 mil refugiados palestinos e desabrigados do campo de refugiados de Yarmouk. O acampamento fica a 8km de Damasco, capital da Síria. A operação de emergência vai custar US$ 1,5 milhão, equivalente a R$ 3,1 milhões, para um fornecimento […]

Arquivo Publicado em 24/12/2012, às 21h14

None

O Programa Mundial de Alimentos (PMA), informou que irá começar a fornecer rações de comida para 125 mil refugiados palestinos e desabrigados do campo de refugiados de Yarmouk. O acampamento fica a 8km de Damasco, capital da Síria.



A operação de emergência vai custar US$ 1,5 milhão, equivalente a R$ 3,1 milhões, para um fornecimento de 580 toneladas de comida nos próximos três meses.



Família




Cada família deverá receber 12kg de comida por semana.



A cesta básica consistirá de enlatados e outros alimentos de consumo imediato, principalmente para os que não têm acesso a fogões ou fornos.



O campo de Yarmouk, criado em 1957, tem sido foco de violência nas últimas semanas entre forças do governo sírio em meio ao conflito que abala o país há quase dois anos.



Em Yarmouk, vive a maior parte dos 525 refugiados palestinos na Síria. Muitos deles estão hospedados com parentes, em mesquitas ou abrigos públicos, ou tentam cruzar a fronteira com o Líbano.



Distritos



Segundo Ertharin Cousin, diretora-executiva do PMA, os refugiados têm sofrido imensamente, mas, com ajuda da ONU, “nenhum deve pasar fome”.



O Programa Mundial de Alimentos já atua na Síria, dando assistência alimentar a 1,5 milhão de pessoas em todos os 14 distritos do país.



Mas essa ajuda pode ser suspensa, caso a agência da ONU não consiga arrecadar US$ 134 milhões até junho de 2013.


Jornal Midiamax