Geral

PMA de Campo Grande prende pescador por pescar em piracema

Policiais Militares Ambientais de Campo Grande (MS) que trabalhavam no fim de semana em patrulhamento fluvial no rio Aquidauana receberam denúncias de que um elemento conhecido como “bigode” estaria praticando pescado durante a piracema. Os policiais foram no sábado (15) ao Distrito de Palmeiras – Anastácio (MS), onde reside o denunciado, que estava em uma […]

Arquivo Publicado em 17/12/2012, às 14h03

None

Policiais Militares Ambientais de Campo Grande (MS) que trabalhavam no fim de semana em patrulhamento fluvial no rio Aquidauana receberam denúncias de que um elemento conhecido como “bigode” estaria praticando pescado durante a piracema.


Os policiais foram no sábado (15) ao Distrito de Palmeiras – Anastácio (MS), onde reside o denunciado, que estava em uma barraca próxima ao rio e, logo que este os avistou, dirigiu-se à residência. Os policiais o seguiram, o informaram da denúncia e o pescador os autorizou a vistoriar o frízer, onde foram encontrados 12 kg de pecado da espécie cachara capturado em período de piracema. O peixe e o frízer foram aprendidos.


O pescador foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Anastácio, juntamente com o material apreendido e responderá por crime de pesca predatória. Se condenado pelo crime ambiental poderá pegar pena de um a três anos de detenção. Ele ainda foi multado administrativamente em R$ 1.000,00.

Jornal Midiamax