Geral

PMA autua proprietário rural paulista em R$ 107 mil por maus-tratos a animais

Policiais Militares Ambientais de Aparecida do Taboado (MS) receberam denúncias de que, na chácara “Estância Duas Irmãs”, localizada na estrada da Lagoinha, na zona rural do município estaria ocorrendo maus-tratos a animais domésticos. Nesta quarta-feira, às 10h30, os policiais constataram a veracidade das denúncias e que 107 vacas estavam sem alimento e, o pouco alimento […]

Arquivo Publicado em 01/08/2012, às 19h29

None

Policiais Militares Ambientais de Aparecida do Taboado (MS) receberam denúncias de que, na chácara “Estância Duas Irmãs”, localizada na estrada da Lagoinha, na zona rural do município estaria ocorrendo maus-tratos a animais domésticos.

Nesta quarta-feira, às 10h30, os policiais constataram a veracidade das denúncias e que 107 vacas estavam sem alimento e, o pouco alimento fornecido ao gado, era de resíduo de avicultura (cama de frango), que é alimento proibido pela legislação sanitária Estadual.

A PMA acionou a Agência Sanitária do Estado – IAGRO para tomar as providências sanitárias e para providências relativas aos cuidados com as vacas e autuou o dono da chácara, residente em Rubinéia (SP), em R$ 107.000,00 por maus-tratos a animais domésticos.

O autor também responderá por crime ambiental. A pena por maus-tratos é de 06 meses a 01 ano e meio de detenção.

Jornal Midiamax