Geral

PMA autua fazendeira em R$ 92,7 mil por exploração ilegal de madeira

Policiais Militares Ambientais de Campo Grande (MS) em fiscalização nas propriedades rurais do município de Rio Negro (MS) localizaram ontem no final da tarde, na fazenda Ouro Negro, a derrubada de 309 árvores das espécies “cumbaru”, “lixeira”, “capitão”, “pau-terra”, “angico”, “pombo”, “jatobá-mirim” e várias outras espécies, para exploração da madeira sem autorização. As árvor...

Arquivo Publicado em 16/06/2012, às 13h17

None

Policiais Militares Ambientais de Campo Grande (MS) em fiscalização nas propriedades rurais do município de Rio Negro (MS) localizaram ontem no final da tarde, na fazenda Ouro Negro, a derrubada de 309 árvores das espécies “cumbaru”, “lixeira”, “capitão”, “pau-terra”, “angico”, “pombo”, “jatobá-mirim” e várias outras espécies, para exploração da madeira sem autorização.


As árvores foram derrubadas isoladas em uma grande área de pastagem sem autorização ambiental. A madeira foi apreendida e as atividades foram interditadas.


A proprietária da fazenda, residente em Campo Grande (MS) foi autuada administrativamente e multada em R$ 92.700,00 por explorar madeira sem autorização.


Ela também responderá por crime ambiental. Se condenada, poderá pegar pena de 06 meses a 01 ano de detenção.

Jornal Midiamax