Geral

PMA apreende petrechos em acampamento no rio Negrinho no Pantanal

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Corumbá (MS), em fiscalização fluvial ontem (17), no “rio Negrinho”, na confluência com os rios Taquari e Paraguai-mirim, a 130 km da cidade de Corumbá, localizou um acampamento de pescadores à margem do rio. Os pescadores fugiram ao avistarem a fiscalização e abandonaram vários materiais proibidos para a […]

Arquivo Publicado em 18/07/2012, às 13h34

None
822589747.jpg

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Corumbá (MS), em fiscalização fluvial ontem (17), no “rio Negrinho”, na confluência com os rios Taquari e Paraguai-mirim, a 130 km da cidade de Corumbá, localizou um acampamento de pescadores à margem do rio. Os pescadores fugiram ao avistarem a fiscalização e abandonaram vários materiais proibidos para a pesca.


No acampamento, que não estava totalmente armado; havia duas redes de pesca, totalizando 245 m de comprimento; uma canoa de madeira de 5 m; dois remos de madeira; duas caixas de isopor e um motor de popa com rabeta, além de outros materiais: panelas; pratos; garfos; facas; botijões de gás pequeno; fogareiro portátil de duas bocas; redes para descanso; mosquiteiros; roupas; mochilas; lonas para utilização em cobertura e alimentos.


Pela quantidade de materiais no acampamento, os policiais calculam que havia vários pescadores e tinham a intenção de praticar a pesca com utilização de redes de pesca, que caracteriza a pesca predatória, no entanto, a ação dos pescadores foi impedida pela da PMA que estava realizando fiscalização com intuito de prevenir crimes ambientais.


Os policiais ainda permaneceram escondidos à noite, no intuito de capturar algum pescador que pudesse volta para buscar os equipamentos, porém, ninguém voltou. Os materiais foram recolhidos e serão encaminhados à polícia civil, que investigará no intuito de localizar os criminosos.

Jornal Midiamax