Geral

PM elabora operação especial para garantir segurança no comércio de Dourados

A Polícia Militar de Dourados deverá contar com pelo menos mais 50 homens que vão atuar em uma operação especial, com o objetivo de garantir a segurança da população durante os últimos dias do ano. O esforço dos policiais será direcionado principalmente à área central da cidade, onde se concentra boa parte do comércio, bem […]

Arquivo Publicado em 05/12/2012, às 18h05

None

A Polícia Militar de Dourados deverá contar com pelo menos mais 50 homens que vão atuar em uma operação especial, com o objetivo de garantir a segurança da população durante os últimos dias do ano.



O esforço dos policiais será direcionado principalmente à área central da cidade, onde se concentra boa parte do comércio, bem como agências bancárias.



Os trabalhos de patrulhamento tiveram início no dia 1° de dezembro, durante a inauguração das luzes de natal e deverão ser intensificados a partir do dia 15.



Neste período, as lojas ficam abertas, em média, até as 22 horas e segundo a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso do Sul (Fecomércio/MS) a expectativa é que 64% da população economicamente vá às compras motivada pelo recebimento do 13° salário, o que deve movimentar cerca de R$ 39,6 milhões na economia local. Por este motivo, o reforço da PM se faz necessário.



Segundo o comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, o tenente-coronel Ari Carlos Barbosa, o foco de ação será o “quadrilátero” que compreende a área que vai da Rua Melvin Jones à Rua Cabral, e da Rua Onofre Pereira de Mato à Rua Monte Alegre. “Vamos ter homens em patrulhamento nestas localidades, especialmente nas três principais avenidas da cidade, Marcelino Pires, Weimar Gonçalves Torres e Joaquim Teixeira Alves, inclusive na Praça Antonio João. Tudo isso para garantir que o cidadão possa fazer suas compras com tranquilidade”, explicou Barbosa.



Ele conta que durante estes dias de maior movimentação no comércio, a PM terá à sua disposição 13 motos, 11 viaturas quatro rodas, cães e a cavalaria. “O objetivo é tentar diminuir ao máximo as incidências de crimes como furtos, roubos e principalmente aqueles assaltos cometidos em saídas de banco. Esta operação vai até o dia 27”, concluiu o comandante.


Jornal Midiamax