Geral

PM de Nova Alvorada do Sul fecha boca de fumo e prende várias pessoas

A Polícia Militar de Nova Alvorada do Sul prendeu hoje (5) um grupo acusado de traficar de drogas naquela cidade. Primeiramente, uma mulher com nome de Jaqueline, juntamente com Genival, foram avistados, em atitudes suspeitas, pelos policias que faziam ronda, quando saiam da casa de Davi. Como a residência já estava sendo monitorada, na busca […]

Arquivo Publicado em 05/01/2012, às 22h38

None
462364790.jpg

A Polícia Militar de Nova Alvorada do Sul prendeu hoje (5) um grupo acusado de traficar de drogas naquela cidade. Primeiramente, uma mulher com nome de Jaqueline, juntamente com Genival, foram avistados, em atitudes suspeitas, pelos policias que faziam ronda, quando saiam da casa de Davi.

Como a residência já estava sendo monitorada, na busca pessoal a polícia encontrou uma trouxinha de pasta base de cocaína. Os policiais então entraram na casa e encontraram no forro da residência 61 trouxinhas da mesma droga. Dentro do guarda roupa, a PM encontrou ainda uma trouxinha de maconha.

Após o flagrante, o dono do local, Davi Freitas Moreira, 25 anos, ainda ofereceu R$ 500,00 a um dos soldados, como tentativa de suborno. Ouvindo a negativa do policial, subiu a oferta para R$1.000.00.

Como se não bastassem as duas tentativas, no trajeto para a delegacia, outra mulher, Janaína Barbosa Santos, 24 anos, ofereceu cerca de R$ 8 mil, valor médio de sua moto, para liberar o grupo, e aumentou a proposta té R$ 11 mil.

No dia 02/01/2012 a PM foi informada sobre a residência (a boca de fumo) onde chegaria uma turma trazendo drogas. Por volta das 20h do dia 03/01, a PM flagrou o casal Janaina e Wesley Torres, que chegavam de viagem. Nesse exato momento, uma pessoa ligou no celular de Wesley encomendando drogas, sem saber da presença da polícia.

No final da história, várias pessoas foram encaminhadas para a delegacia de Nova Alvorada do Sul.

Foram apreendidos, além da droga, seis celulares, um relógio e duas passagens de ônibus. Além dos citados, outra mulher também foi pra Depol, Claudineia Teixeira Silva, 33 anos.

Jornal Midiamax