Geral

Pesquisa quer traçar perfil das mulheres que atuam nas forças de segurança pública

A Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), do Ministério da Justiça, inicia, nesta segunda-feira (23), pesquisa nacional sobre a presença das mulheres nas instituições de segurança pública. A iniciativa pioneira vai elaborar o perfil das mulheres integrantes das polícias civis, militares e científicas, além dos bombeiros de todo o país. Com base nos resultados, serão […]

Arquivo Publicado em 23/01/2012, às 21h36

None

A Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), do Ministério da Justiça, inicia, nesta segunda-feira (23), pesquisa nacional sobre a presença das mulheres nas instituições de segurança pública. A iniciativa pioneira vai elaborar o perfil das mulheres integrantes das polícias civis, militares e científicas, além dos bombeiros de todo o país. Com base nos resultados, serão construídas políticas de valorização profissional, saúde e qualidade de vida para esse grupo.


Serão também mapeadas experiências e políticas de valorização profissional voltadas a essas profissionais por meio de um levantamento das atividades que realizam, das condições que encontram para o desempenho no cotidiano do trabalho, entre outras informações.


A pesquisa é feita pela internet, até 23 de fevereiro, com utilização de um questionário online, que deve ser respondido em um único acesso e apenas por profissionais do sexo feminino. A Senasp enviou o questionário para as Secretaria Estaduais de Segurança Pública, compartilhou em sua rede de educação a distância entre outras iniciativas. As respostas são anônimas e não há qualquer tipo de identificação da participante.


Os resultados da pesquisa serão transformados em uma publicação e divulgados posteriormente no site do Ministério da Justiça. A expectativa é que o relatório final subsidie a elaboração e implementação de políticas específicas de valorização profissional, saúde e qualidade de vida para as mulheres do segmento.

Jornal Midiamax