Geral

Pesquisa espontânea também aponta disputa equilibrada em Campo Grande

Pesquisa espontânea da quarta rodada do DATAmax apontou que o candidato governista, deputado federal Edson Giroto (PMDB) e o candidato do Partido Progressista, deputado estadual Alcides Bernal, disputam voto a voto rumo à Prefeitura da Campo Grande. O levantamento mostrou também que um quarto da população ainda está indeciso quanto a quem votar na sucessão do prefeito […]

Arquivo Publicado em 29/08/2012, às 19h25

None
563637788.jpg

Pesquisa espontânea da quarta rodada do DATAmax apontou que o candidato governista, deputado federal Edson Giroto (PMDB) e o candidato do Partido Progressista, deputado estadual Alcides Bernal, disputam voto a voto rumo à Prefeitura da Campo Grande. O levantamento mostrou também que um quarto da população ainda está indeciso quanto a quem votar na sucessão do prefeito Nelsinho Trad (PMDB).


Com dois pontos percentuais de diferença na espontânea – onde os entrevistados são questionados sobre em quem pretendem eleger, sem que os nomes dos candidatos sejam apresentados-, Giroto e Bernal foram os mais apontados pelos eleitores campo-grandenses.


O peemedebista pontuou nessa última amostragem 31% das intenções de voto, 9,3 pontos percentuais a mais do que na pesquisa anterior. Em seguida, Bernal alcançou 29%, sendo que na terceira rodada ele dispunha de 19,4% de votos na espontânea.


O petista e deputado federal Vander Loubet obteve o terceiro lugar como o candidato mais lembrado. Ele pontuou 7,3% de percentual, enquanto que na amostragem anterior, foi mencionado por 4,2% dos 480 campo-grandenses entrevistados.


Lembrado por 4,4% do eleitorado entrevistado, o candidato e deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), ficou em quarto lugar na espontânea e teve pouca diferença na intenção de votos da rodada DATAmax anterior, quando pontuou 4% de percentual.


Candidato pelo Partido Verde, o vereador Marcelo Bluma figurou com 1,3%, um pouco mais dos 0,8% de percentual que recebeu na pesquisa anterior. Suél Ferrante (PSTU) continuou com pontuação menor de 1% e o professor Sidney Melo do PSol não chegou a pontuar.


Em comparação à terceira rodada, o percentual de eleitores que ainda estão indecisos ou que não souberam responder baixou para 25%. O índice de votos na espontânea daqueles que afirmaram votar nulo também diminuiu de 4,6% para 1,7%.


O DATAmax ouviu 480 pessoas de 24 a 27 de agosto. A margem de erro da pesquisa é de 4,5% e o grau de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada dia 23, no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do SUL (TRE-MS) com o número MS-00118/2012.

Jornal Midiamax