Geral

Perícia confirma que jovens desaparecidos foram executados com tiro na cabeça

A perícia confirmou que os corpos encontrados são de Leonardo Batista Fernandes, de 19 anos e de Breno Luigi Silvestrini de Araújo, de 18, desaparecidos desde a noite desta quinta-feira (30), após a saída deles do 21 Bar e Lazer.

Arquivo Publicado em 31/08/2012, às 18h38

None
824908220.jpg

A perícia confirmou que os corpos encontrados são de Leonardo Batista Fernandes, de 19 anos e de Breno Luigi Silvestrini de Araújo, de 18, desaparecidos desde a noite desta quinta-feira (30), após a saída deles do 21 Bar e Lazer.

A perícia informou na tarde desta sexta-feira (31) que os jovens executados na saída para Terenos morreram com um tiro na cabeça. Segundo um investigador da Defurv, as roupas dos jovens são as mesmas que os dois usavam, conforme relataram os familiares em depoimento, que são uma bermuda, tênis e outro que estava de camisa, sapato e calça comprida.


Identificada apenas como Daiane, de 24 anos, a mulher levada para a Defurv (Delegacia Especializada em Furtos e Roubos de Veículos) que é suspeita de participar do desaparecimento deles.


Ela chegou à Defurv na tarde de hoje, algemada, e já prestou depoimento. Segundo informações da delegacia, ela teria informado aos policiais onde os corpos estavam.


Ela foi encontrada e presa pelo DOF (Departamento de Operações da Fronteira) em Corumbá, distante a 444 quilômetros da capital, em posse do celular de Breno.


Na cidade também foi encontrado o veículo onde os rapazes estavam e foi roubado, um Pajero da mãe de Leonardo, que estava nas proximidades do Posto da PRF (Polícia Rodoviária Federal).


A família dos jovens foi comunicada da possibilidade dos corpos encontrados serem dos dois jovens.


A delegada Maria de Lurdes, da Defurv, está no macroanel sentido Campo Grande – Indubrasil. Os corpos foram encontrados ao lado, em uma vala. A perícia está no local, assim como a Polícia Militar, o dlegado Márcio Obara, do Garras.

Jornal Midiamax